https://revistas.uepg.br/index.php/admpg/issue/feed Revista ADMPG 2023-11-21T17:25:05+00:00 Adriana G. Fabrini admpg@uepg.br Open Journal Systems <p><span style="text-align: justify;">A Revista ADMPG é uma publicação acadêmico-científica de </span><strong style="text-align: justify;">fluxo contínuo e</strong> <strong style="text-align: justify;">publicação continuada, </strong><span style="text-align: justify;">editada com o patrocínio do Departamento de Administração da UEPG - Universidade Estadual de Ponta Grossa e tem como missão contribuir para o avanço do conhecimento em Administração por meio da disseminação de artigos teóricos e empíricos. O foco é o resultado de pesquisas e reflexões originais em Administração, que apresentem rigor científico, solidez teórica e análise crítica, incluindo, mas não se limitando, aos temas: Administração Pública, Empreendedorismo, Ensino em Administração, Estratégia, Estudos Organizacionais, Finanças, Gestão de Pessoas, Inovação, Logística, Marketing, Negócios Internacionais, Produção e Operações.</span></p> https://revistas.uepg.br/index.php/admpg/article/view/22111 COMPREENDENDO O LOCAVORISMO A PARTIR DA TEORIA DO COMPORTAMENTO PLANEJADO DECOMPOSTO 2023-08-03T12:49:21+00:00 Ana Luiza Leonel Borges ana.leonel@ufv.br Gilberto Venâncio Luiz gilberto.luiz@ufv.br <p>O objetivo deste artigo foi compreender a intenção comportamental e o comportamento dos consumidores em relação ao Locavorismo a partir da Teoria do Comportamento Planejado Decomposto (TCPD). A pesquisa se caracteriza como quantitativa descritiva. A coleta de dados foi por meio da aplicação de questionário online com questões do perfil dos participantes e das escalas referentes aos constructos da TCPD, e se deu por envio do link a grupos de Whatsapp de compra de produtos locais na cidade de Rio Paranaíba-MG e Viçosa-MG, nas redes sociais de feiras de produtores locais de alimento e nas redes sociais dos pesquisadores. A amostra final da pesquisa foi de 288 participantes. Para testar as hipóteses de pesquisa e validar o modelo da TCPD foi utilizada a técnica de Modelagem de Equações Estruturais. Os resultados encontrados indicam que o Locavorismo sofre influência das Atitudes dos consumidores e, principalmente, do Controle Comportamental Percebido. Dessa forma, quanto mais positiva a atitude das pessoas em relação ao consumo de alimento local e quanto maior a percepção das facilidades de acesso e as habilidades de uso deste tipo de alimento, maior será a intenção de compra e de consumo de alimentos produzidos localmente.</p> <p>&nbsp;</p> 2023-10-18T00:00:00+00:00 Copyright (c) 2023 Ana Luiza Leonel Borges, Gilberto Venâncio Luiz https://revistas.uepg.br/index.php/admpg/article/view/22602 ESTRATÉGIAS PARA OTIMIZAR CUSTOS DE LOGÍSTICA E DE COMERCIALIZAÇÃO 2023-11-07T17:50:47+00:00 Amando Ramos de Amorim amandoramos@yahoo.com.br Paulo Vitor Jordão da Gama Silva paulo.jordao.phd@gmail.com <p>Uma das etapas mais desafiadoras para a indústria de óleo &amp; gás (O&amp;G) é a gestão de custos logísticos e de comercialização de seus produtos. O objetivo deste trabalho é propor nova metodologia de priorização e alocação de gastos logísticos e de comercialização numa empresa brasileira de O&amp;G por modalidade de venda. Foi desenvolvido para apoio a gestão um indicador de desempenho unitário de custos por volume vendido. Para tal, realizou-se análise teórica sobre a logística na indústria de O&amp;G, bem como seus principais custos (na ótica da contabilidade por responsabilidade) e seus indicadores. Foi dada ênfase ao transporte marítimo de óleo e derivados, devido a relevância dos gastos envolvidos e complexidade na sua gestão. Durante a construção do indicador, foram realizadas análises sobre o tratamento que cada estrutura de custo e de volume receberia. Como principais achados, notou-se que embora os custos diretos já estejam integrados nos sistemas da empresa, é importante estar atento às mudanças na produção. O trabalho mostra que é importante incluir gastos indiretamente relacionados ao processo produtivo ou transporte dos produtos, incluindo assinaturas de publicações que auxiliam na avaliação da qualidade do produto e não salários de trabalhadores envolvidos na aquisição dessas informações. Finalmente, garantindo fidelidade ao conceito, é importante que o indicador, no valor da importação de derivados, exclua o valor de aquisição do produto transportado, já que este é um indicador de logística e comercialização, não de custo de produção.</p> 2023-12-19T00:00:00+00:00 Copyright (c) 2023 Amando Ramos de Amorim, Paulo Vitor Jordão da Gama Silva https://revistas.uepg.br/index.php/admpg/article/view/22229 DESAFIOS NA IMPLANTAÇÃO E GESTÃO DE UMA COOPERATIVA DE RESÍDUOS SÓLIDOS EM NAVIRAÍ-MS 2023-09-29T11:25:56+00:00 Everson Felipe Alves dos Santos eversonfelipealves@gmail.com Sibelly Resch sibelly.resch@ufms.br Jaiane Aparecida Pereira profjaiane@yahoo.com.br Fábio da Silva Rodrigues f.rodrigues@ufms.br <p>Os resíduos sólidos são hoje um dos grandes problemas do Brasil e do mundo, sendo as cooperativas de resíduos sólidos um aliado para contribuir com a solução deste problema. Dentro deste escopo, o presente estudo indaga: quais os desafios no processo de implantação de uma cooperativa de catadores de materiais recicláveis? Para tanto, optou-se por estudar uma cooperativa implantada em 2019 no município de Naviraí, Mato Grosso do Sul (MS), com apoio e assessoria técnica do Instituto Recicleiros, uma organização não governamental (ONG) que atua em diversas cidades brasileiras. Neste contexto, o objetivo do trabalho foi investigar as características do processo de implementação de uma cooperativa localizada no município de Naviraí/MS, bem como os desafios no seu processo de gestão. Foi realizada uma pesquisa qualitativa descritiva, por meio de observação e entrevista, e utilizando-se de documentos da cooperativa e do poder público municipal. Os resultados indicam que a implementação efetiva e sustentável da organização depende de diversos agentes e fatores. O caso de Naviraí ilustra a importância das ONGs no apoio à gestão destes empreendimentos e dos recursos de empresas parceiras para o estabelecimento de canais de logística reversa sustentáveis. Conclui-se que a implementação efetiva e viável de cooperativas de resíduos depende do auxílio dos diversos agentes, tais como: atuação do Estado, aporte financeiro pelas empresas, parcerias para estabelecimento de canais reversos, formação e qualificação para os integrantes destas cooperativas, e cooperação dos cidadãos.</p> 2023-10-18T00:00:00+00:00 Copyright (c) 2023 Everson Felipe Alves dos Santos, Sibelly Resch, Jaiane Aparecida Pereira, Fábio da Silva Rodrigues https://revistas.uepg.br/index.php/admpg/article/view/22685 Mídia social e profissionais do agronegócio no Brasil 2023-11-21T17:25:05+00:00 Larissa Fantozzi larissafantozzi16@gmail.com Erlaine Binotto erlainebinotto@ufgd.edu.br Camila Magalhães da Cunha camis.cunha@hotmail.com Lidiane Parron Gonçalves lidianeparron@gmail.com Bianca Tarifa Peixoto biancatpeixoto@gmail.com <p>O objetivo foi analisar como os <em>blogs </em>retratam a temática perfil profissional para o agronegócio no Brasil. Trata-se de pesquisa qualitativa e descritiva utilizando <em>blogs</em> nacionais que abordam os requisitos para o profissional do agronegócio. Foram selecionados 12 <em>blogs</em> por meio de uma busca no <em>Google</em> utilizando as palavras-chave “<em>blog”, </em>“perfil profissional no agronegócio”, “perfil profissional” e “perfil profissional no agronegócio em <em>blog</em>''. Foram identificadas as principais questões abordadas nos <em>blogs</em> em relação aos requisitos do profissional, conhecimento e competências e a gestão de pessoas. Os principais agentes responsáveis pela disseminação dessas informações e as interações presentes entre eles. Os conteúdos foram analisados por meio da codificação indutiva e o <em>software</em> ATLAS.ti para organização e gerenciamento dos dados. Os dados dos <em>blog</em>s revelaram que os profissionais necessitam de características específicas para uma gestão eficiente, muitas vezes adquiridas ao longo de suas trajetórias profissionais. Além do conhecimento técnico, é importante possuírem conhecimentos multidisciplinares, habilidades de negociação, visão estratégica, capacidade analítica, entre outros aspectos. No que diz respeito ao conhecimento e competência, é essencial que os profissionais compreendam a cadeia de valor, sejam adaptáveis, tenham habilidades em questões culturais, relações interpessoais e técnicas, bem como competência em gestão, organização, mecânica e reparação. Constatou-se que os profissionais precisam ser flexíveis diante das mudanças e adquirir conhecimentos de diversas áreas para incorporar as inovações tecnológicas em seu contexto. Sugere-se, que sejam realizados novos estudos sobre o papel das mídias sociais no aprimoramento do perfil desses profissionais.</p> 2023-12-19T00:00:00+00:00 Copyright (c) 2023 Larissa Fantozzi, Erlaine Binotto, Camila Magalhães da Cunha, Lidiane Parron Gonçalves, Bianca Tarifa Peixoto https://revistas.uepg.br/index.php/admpg/article/view/22601 DISCLOSURE DOS CUSTOS E INVESTIMENTOS SOCIOAMBIENTAIS 2023-11-07T16:49:20+00:00 Juliane Andressa Pavão julianepavao@hotmail.com Isabella Oliveira Costa ra101931@uem.br Roberto Rivelino Martins Ribeiro rivamga@hotmail.com Kerla Mattiello m_kerla@yahoo.com.br <p>O objetivo deste estudo é caracterizar a prática do <em>disclosure</em> socioambiental de custos e investimentos nas cinco maiores cooperativas agropecuárias do Estado do Paraná. Para a realização da coleta de dados, foi utilizada a técnica de Rover, Borba e Borgert (2008), iniciando-se com a pesquisa de palavras-chave relacionadas a custos e investimentos socioambientais nos relatórios e demonstrações financeiras referentes ao ano de 2021, disponíveis nos <em>sites</em> destas cooperativas. Após esta etapa, foi realizada a análise de conteúdo para analisar e categorizar as sentenças encontradas, tendo como base a classificação utilizada por Rover, Borba e Borgert (2008). Em uma análise geral dos resultados da pesquisa, foi possível observar que entre as cooperativas estudadas a que mais divulgou informações socioambientais foi a Cooperativa Lar. Portanto, o <em>disclosure</em> de custos e investimentos socioambientais nas cooperativas agropecuárias do Estado do Paraná não foi realizado em grande quantidade, considerando os princípios do cooperativismo e o ramo de atuação das cooperativas estudadas, uma vez que o setor agropecuário tem contato direto com o meio ambiente. Além disso, as informações encontradas são semelhantes, visto que as empresas estudadas fazem parte do mesmo segmento e estado, entretanto, elas se diferenciam em relação à quantidade de custos e investimentos socioambientais. O <em>disclosure</em> ambiental foi o mais encontrado nas cooperativas estudadas, tendo como destaque neste grupo as sentenças referentes aos custos ambientais, já o <em>disclosure</em> social também foi encontrado, porém em menor quantidade, sendo que neste grupo foram encontrados apenas sentenças referentes a investimentos sociais.</p> 2023-12-05T00:00:00+00:00 Copyright (c) 2023 Juliane Andressa Pavão, Isabella Oliveira Costa, Roberto Rivelino Martins Ribeiro, Kerla Mattiello