ADERÊNCIA DE ARGAMASSA EM SUBSTRATO CERÂMICO, COM CAMADA DE CHAPISCO ELABORADO COM SEIXO FINO DA REGIÃO OESTE DO PARÁ

Autores

Resumo

Este trabalho visou estabelecer um comparativo em termos de resistência à aderência, através de ensaio de tração de sistemas de revestimentos de argamassa contendo chapisco, como camada de preparo, elaborado com as duas variações de seixo fino especifico na região Oeste do Pará, o amarelo e o vermelho. Incialmente os agregados passaram por caracterização física e em seguida foram compostas 03 combinações de chapisco para a confecção de três painéis de alvenaria de tijolo cerâmico medindo 1,00m x 1,00m, um para cada combinação. Assim, para a elaboração das argamassas de chapisco (1:3) foi proposta a seguinte metodologia: o primeiro traço contendo seixo fino vermelho (SFV); o segundo com seixo fino amarelo (SFA); e a terceira possuindo os dois tipos de seixo fino (SFV+SFA), na ordem de 50% de cada agregado. Os mesmos foram lançados de forma convencional sobre o substrato, e posteriormente aplicada uma mesma camada de reboco (composta por areia fina na proporção de 1:6) para todas as combinações. Após o processo de cura foram realizados os ensaios de determinação de resistência de aderência à tração em 12 pontos de cada painel, de acordo com os parâmetros descritos na ABNT NBR 13.528:2010. Através dos resultados obtidos foi possível atestar que o método proposto é tecnicamente viável, pois todos os três painéis estudados, com suas respectivas combinações de chapisco adotadas, atingiram a resistência mínima prevista em norma. A combinação elaborada com SFA obteve a maior média de resistência, seguida pela combinação contendo SFV+SFA e SFV.

Biografia do Autor

Antônio Rodrigo do Carmo Moreira, Universidade Federal do Pará

Engenharia civil

Downloads

Publicado

2023-01-10

Edição

Seção

Artigos