INFLUÊNCIA DO MÓDULO DE RESILIÊNCIA DA MISTURA ASFÁLTICA NA VIDA DE PROJETO DE PAVIMENTO AEROPORTUÁRIO

Estudo de Caso do Aeroporto Regional do Vale Do Taquari

  • João Rodrigo Guerreiro Mattos Universidade Federal de Santa Maria
  • Pedro Eduardo Cremonese Universidade do Vale do Taquari

Resumo

Com a aviação desenvolvendo novas aeronaves, os pavimentos aeroportuários necessitam acompanhar a evolução de maneira conjunta, a fim de garantir a resistência às solicitações de pouso e decolagem. A Federal Administration Aviation (FAA) vem desenvolvendo métodos de dimensionamento para pavimentos de aeroportos cada vez mais apropriados para os conceitos de mecânica dos pavimentos. Antigamente, o dimensionamento dos pavimentos era baseado em uma aeronave tipo, através do qual todo o tráfego do aeroporto era convertido para essa aeronave, e, assim, eram utilizados ábacos para definir o valor da espessura do pavimento. Atualmente, o método da FAA utiliza o software chamado FAARFIELD para o dimensionamento do pavimento, abandonando um método puramente empírico com ábacos e aeronaves tipo e inserindo conceitos mecanísticos-empíricos para um conjunto de aeronaves através de uma modelagem computacional para estimar o dano no pavimento. Para este artigo, inicialmente foi dimensionado um pavimento para o aeroporto estudado e, na sequência, foi realizada uma análise da influência do módulo de resiliência do revestimento asfáltico na vida de projeto da estrutura. Os resultados mostraram que uma variação de 1000 MPa a 5000 MPa no módulo de resiliência do revestimento pode aumentar em, aproximadamente, 21 anos a vida de projeto do pavimento, considerando uma composição de aeronaves com o ATR 42  sendo a maior.

Publicado
2021-09-02
Seção
Artigos