Triunfo (PE): Espaços de lugares e espaços de fluxos na produção de valor simbólico na cidade pequena

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5212/RIF.v.20.i44.0007

Resumo

Neste artigo, de abordagem qualitativa e em perspectiva de pesquisa aplicada, o objeto de estudo constitui-se no município de Triunfo. O objetivo é descrever a cidade em seus aspectos históricos e compreender a busca pela singularização do município em contexto de modernização genérica da rede urbana estadual. Adota-se o modelo de estudos da comunicação como cultura, tendo como disciplinas de apoio a sociologia urbana e a geografia cultural e o folkmarketing como especificidade temática. Argumenta-se pelas paisagens culturais construídas no município, o que inclui a refuncionalização do centro histórico em dois aspectos: a dotação de valor simbólico pela conservação da ideia de lugar e a transformação em espaços de fluxos de informações culturais e artísticas. Conclui-se que, no paradoxo entre espaços de lugares e espaços de fluxos, as paisagens culturais podem ser acionadas como recurso simbólico, e possivelmente transformadas em recursos econômicos.

Referências

BELTRÃO, Luiz. Folkcomunicação: a comunicação dos marginalizados. São Paulo: Cortez, 1980.

CASTELLS, Manuel. A Sociedade em Rede: A era da informação: economia, sociedade e cultura. v. 1. São Paulo: Paz e Terra, 199l.

DESLANDES, Suely Ferreira; GOMES, Romeu; MINAYO, Maria Cecília de Souza (org.). Pesquisa social: teoria, método e criatividade. Petrópolis: Vozes, 2005.

GUSHIKEN, Yuji. Usos midiáticos na constituição de circuitos culturais e comunicacionais populares urbanos. E-Compós, v. 11, n. 1, 2008. DOI: https://doi.org/10.30962/ec.244. Disponível em: https://www.e-compos.org.br/e-compos/article/view/244.

IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística). Triunfo. Código 2615706. Disponível em: https://www.ibge.gov.br/cidades-e-estados.html?view=municipio.

IPEA (Instituto de Planejamento Econômico Aplicado). Atlas do Desenvolvimento Humano nas Regiões Metropolitanas Brasileiras. Atlas do Desenvolvimento Humano no Brasil. Brasília: PNUD, Ipea, FJP, 2014. Disponível em: http://www.secid.ma.gov.br/files/2015/04/Atlas-do-Desenvolvimento-Humanonas-Regi-Metropolitanas.pdf.

LAZZARATO, Maurizio. NEGRI, Antonio. Trabalho imaterial. Forma de vida e de subjetividade. Rio de Janeiro. DPA, 2001.

LIMA, Venício Artur de. Mídia: Teoria e política. São Paulo: Perseu Abramo, 2004.

LUCENA FILHO, Severino Alves de. Festa Junina em Portugal: Marcas culturais no contexto de folkmarketing. João Pessoa: Editora da UEPB, 2012.

LUCENA FILHO, Severino Alves de. A festa junina em Campina Grande-PB: uma estratégia de folkmarketing. João Pessoa, Editora Universitária UFPB, 2007.

LUCHIARI, Maria Tereza Duarte Paes. Patrimônio cultural, turismo e identidades territoriais um olhar geográfico. In: BARTHOLO, Roberto; SANSOLO, Davis Gruber; BURSZTYN, Ivan (orgs.). Turismo de base comunitária: diversidade de olhares e experiências brasileiras. Rio de Janeiro: Letra e imagem, 2009. Disponível em: http://www.turismo.gov.br/sites/default/turismo/o_ministerio/publicacoes/downloads_publica coes/TURISMO_DE_BASE_COMUNITxRIA.pdf.

LUCHIARI, Maria Tereza Duarte Paes. A invenção do Patrimônio arquitetônico no consumo das cidades. In: Anais [...], XI Encontro Nacional da Anpur. Salvador: Anpur, 2005. Disponível em: http://www.xienanpur.ufba.br/634.pdf.

MARQUES DE MELO, José. Mídia e Cultura popular: história, taxionomia e metodologia. São Paulo: Paulus, 2008.

PESAVENTO, Sandra Jatahy. História, memória e centralidade urbana. Revista Mosaico, v. 1, n.1, pp. 3-12, jan./jun. 2008. Disponível em: http://www2unesp.br/docentes/geo/GEOGRAFIA/Cidades/hist/urbanas.pdf.

SANTOS, Vera Lúcia Xavier dos; GUSHIKEN, Yuji. Paisagens culturais e imaginário como recurso da cidade pequena: Um estudo sobre Triunfo, sertão de Pernambuco. Interespaço: Revista de Geografia e Interdisciplinaridade, v. 7, pp: 01-22, 2021. DOI: http://dx.doi.org/10.18764/2446-6549.e202114. Disponível em: http://periodicoseletronicos.ufma.br/index.php/interespaco/article/view/14150/9522.

SANTOS, Vera Lúcia Xavier dos; GUSHIKEN, Yuji. Paisagens culturais na cidade pequena/local: meio, mídia e mediações em Triunfo, Pernambuco. In: SARDINHA, Antônio; SILVA, Davi Junior de Souza; GUSHIKEN, Yuji (org.). Estudos de cultura: abordagens e perspectivas. Macapá: Editora da Unifap, 2020, pp. 270-292. Disponível em: https://www2.unifap.br/editora/files/2021/02/estudos-de-cultura.pdf.

SANTOS, Vera Lúcia Xavier dos; LUCENA FILHO, Severino Alves. Careta de Triunfo-PE: Folkmarketing e Desenvolvimento Local. ALAIC, Revista Latinoamericana de Ciencias de la Comunicación. V. 13, N 24, 2017. Disponível em: Revista Latinoamericana de Ciencias de la Comunicación (pubalaic.org).

SPOSITO, Maria Encarnação Beltrão. Rede urbana. In: SPOSITO, Eliseu Saverio (org.). Glossário de Geografia Humana e Econômica, 2017, p. 347-367.

TABARELLI, Marcelo. SANTOS, André Mauricio Melo. Uma Breve Descrição Sobre a História Natural dos Brejos Nordestinos. In: Brejos de altitude em Pernambuco e Paraíba: história natural, ecologia e conservação. Orgs: Kátia C. Porto, Jaime J. P. Cabral e Marcelo Tabarelli. — Brasília: Ministério do Meio Ambiente, 2004.

YÚDICE, George. A conveniência da cultura: usos da cultura na era global. 2 ed. Belo Horizonte: Editora UFMG, 2013.

YÚDICE, George. Os desafios da diversidade cultural no novo milênio. In: KAUARK, Giuliana; BARROS, José Márcio; MIGUEZ, Paulo (org.) Diversidade cultural: políticas, visibilidades midiáticas e redes. Salvador: EdUFBA, 2015.

YÚDICE, George. George Yúdice: A comunicação e a cultura atravessadas pela economia política. Entrevista a Paulo Jorge Ribeiro. Revista Eco-Pós, v. 7, n. 2, 2004. Disponível em: https://revistaecopos.eco.ufrj.br/eco_pos/article/view/1124.

Downloads

Publicado

2022-07-23

Como Citar

XAVIER DOS SANTOS, V. L.; GUSHIKEN, G. Triunfo (PE): Espaços de lugares e espaços de fluxos na produção de valor simbólico na cidade pequena. Revista Internacional de Folkcomunicação, [S. l.], v. 20, n. 44, p. 124–142, 2022. DOI: 10.5212/RIF.v.20.i44.0007. Disponível em: https://revistas.uepg.br/index.php/folkcom/article/view/20658. Acesso em: 12 ago. 2022.