RELAÇÕES DE IMPACTO BIUNÍVOCAS ENTRE A COMPETITIVIDADE DAS NAÇÕES E O DESEMPENHO DA PANDEMIA DA COVID-19

Autores

  • Clovis Jungbluth Teixeira Universidade de Fortaleza
  • Sergio Henrique Arruda Cavalcante Forte Universidade de Fortaleza

Resumo

Desde o início de 2020 o mundo enfrenta uma crise sanitária sem precedentes na história recente da humanidade.  A pandemia, consequência de um vírus que, cientificamente foi rotulado como Covid-19 (COrona VIrus Disease), mergulhou o planeta em uma crise econômica igualmente sem precedentes.  Milhares de pessoas perderam seus empregos, centenas de empresas fecharam as portas, muitas delas de forma definitiva, consequência do isolamento social imposto pelas autoridades sanitárias de vários países, única forma de conter o avanço da contaminação entre pessoas. Diante deste contexto, e buscando cobrir lacuna teórica no que tange ao desenvolvimento das nações, e a possível interconexão com eventos pandêmicos, esta pesquisa tem como objetivo mensurar o impacto da competitividade das nações, medida pelo Global Competitiveness Index (GCI), na incidência de casos e mortes por consequência da pandemia da Covid-19. Os resultados apontaram que os quatro componentes abrangentes de competitividade, medidos pelo Global Competitiveness Index (GCI), explicam 40,80% dos casos de contaminação pelo vírus (Covid-19), bem como pelas mortes por consequência da contaminação. Dos componentes abrangentes, o Ambiente, formado pelos pilares Instituições, Infraestrutura, Adoção de Tecnologia (ICT Adoption) e Estabilidade Macroeconômica foi que apresentou impacto direto e positivo de maior magnitude (carga fatorial de 0,705). Em sentido oposto, o componente abrangente Inovação (formado pelo Pilar 12 – capacidade de inovação dos países) impactou negativamente o fator Covid (formado pelos casos e mortes acumulados), apresentando carga fatorial de -0,765.

Downloads

Publicado

28-04-2022

Como Citar

JUNGBLUTH TEIXEIRA, C.; ARRUDA CAVALCANTE FORTE, S. H. . RELAÇÕES DE IMPACTO BIUNÍVOCAS ENTRE A COMPETITIVIDADE DAS NAÇÕES E O DESEMPENHO DA PANDEMIA DA COVID-19. Revista ADMPG, [S. l.], v. 12, n. 1, p. 1–12, 2022. Disponível em: https://revistas.uepg.br/index.php/admpg/article/view/20304. Acesso em: 2 jul. 2022.

Edição

Seção

Artigos