Alegações sobre mídia digital no âmbito da lei federal 10.639/2003, Consciência linguística crítica e formação docente

Autores

  • Carlos José Lírio Universidade Federal de São Paulo

Palavras-chave:

Mídia digital. Consciência linguística crítica. Formação docente. Lei Federal 10.639/2003.

Resumo

Este estudo tem como principal objetivo apresentar algumas alegações de caráter crítico-discursivo sobre como as vias midiáticas digitais podem favorecer a formação de professoras(es) no âmbito da Lei Federal 10.639/2003 e de suas Diretrizes Curriculares. Em razão da natureza transdisciplinar deste estudo, o quadro teórico selecionado traz, de um lado, um aparato advindo das pesquisas sobre mídia digital (PERNISA JÚNIOR; ALVES, 2010) e, de outro lado, os conhecimentos acerca de (multi)letramentos (STREET, [1995] 2014; MOITA-LOPES, 2012; PINHEIRO, 2012). Além do referido arcabouço teórico são, também, mobilizados conhecimentos relativos à diversidade étnico-racial e educação (GOMES, 2005, 2007). A abordagem teórico-metodológica utilizada para articular os arcabouços mencionados e alcançar o que aqui se pretende pode ser caracterizada como crítico-discursiva (FAIRCLOUGH, 2009; CHOULIARAKI; FAIRCLOUGH, 1999). Nesse sentido, uma decorrência didático-pedagógica de caráter crítico-discursivo seria, por exemplo, a consideração da relevânciade conhecimentos sobre consciência linguística crítica (FAIRCLOUGH, 1992) para uma formação docente (mais) ampla, calcada na vivência de uma ética da linguagem em ambientes virtuais e no reconhecimento da sua necessidade, em especial (mas não somente), no que concerne à educação das relações étnicoraciais.

Biografia do Autor

Carlos José Lírio, Universidade Federal de São Paulo

Doutor em Estudos Linguístos e Professor Adjunto do Departamento de Letras, na Escola de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da Universidade Federal de São Paulo.

Downloads

Publicado

2016-03-17

Como Citar

LÍRIO, C. J. Alegações sobre mídia digital no âmbito da lei federal 10.639/2003, Consciência linguística crítica e formação docente. Muitas Vozes, [S. l.], v. 4, n. 1, p. 11–26, 2016. Disponível em: https://revistas.uepg.br/index.php/muitasvozes/article/view/8533. Acesso em: 20 ago. 2022.

Edição

Seção

Identidades Sociais de Raça em Estudos da Linguagem