A INFLUÊNCIA DOS SETORES ECONÔMICOS NA EMISSÃO DE CO2

UM ESTUDO NOS ESTADOS BRASILEIROS

Autores

Resumo

Emissões de gases efeito estufa (GEE), aquecimento global e mudanças climáticas são preocupações prementes na sociedade. Todos os setores econômicos demandam por produtos e serviços e suas atividades se relacionam às emissões de GEE, especialmente de dióxido de carbono (CO2). A fim de compreender o comportamento dessas variáveis no Brasil, em um nível subnacional, este estudo tem como objetivo identificar a relação entre os setores econômicos e as emissões de CO2 nos estados brasileiros. Metodologicamente trata-se de um estudo quantitativo com realização de testes de correlação. Considera-se como variável dependente a emissão de CO2 mensurada a partir número de toneladas de CO2 equivalente geradas em cada Unidade Federativa. As variáveis independentes, por sua vez, correspondem a participação em percentual dos setores primário, secundário e terciário no PIB do estado. Os resultados confirmam a relação entre a emisão de CO2 e a participação do setor agropecuário e industrial na economia, ou seja, quanto maior é a participação do setor primário e secundário no PIB, maior tende a ser e amissão de CO2. Por outro lado, foi identificada uma relação negativa entre emissão de CO2 e o setor de serviços, sendo o setor terciário um setor que contribui para a redução das emissões.

Downloads

Publicado

04-11-2022

Como Citar

MASSUGA, F. .; SOARES MANGONI, S. .; DIAS DOLIVEIRA, S. L. . A INFLUÊNCIA DOS SETORES ECONÔMICOS NA EMISSÃO DE CO2: UM ESTUDO NOS ESTADOS BRASILEIROS . Revista ADMPG, [S. l.], v. 12, n. 1, 2022. Disponível em: https://revistas.uepg.br/index.php/admpg/article/view/21112. Acesso em: 7 dez. 2022.

Edição

Seção

Artigos