INFLUÊNCIA DE VARIÁVEIS AMBIENTAIS NO NÍVEL DE TRANSPARÊNCIA DAS CONTRATAÇÕES EMERGENCIAIS NO COMBATE À COVID-19

Autores

Resumo

O presente estudo teve como objetivo verificar a influência de variáveis ambientais no nível do Índice de Transparência das Contratações Emergenciais (ITCE-COVID) dos municípios do estado do Espírito Santo. Para este fim, analisou-se a influência de 8 (oito) variáveis explanatórias no nível do ITCE-COVID: índice de transparência municipal eletrônica (ITMe), população (lnPOP), transferências recebidas (lnTRANSF), despesas com saúde (lnSAUDE), despesas com assistência social (lnASSIS), despesas com educação (lnEDU), número de casos confirmados de COVID-19 (lnCASOS) e número de óbitos confirmados de COVID-19 (lnOBITOS). A análise da regressão linear múltipla demonstrou que as variáveis ITMe e lnSAUDE exercem influência significativa no ITCE-COVID, o que levou a confirmar as hipóteses H1 (β1 = 0,75; t = 3,44; p-valor = 0,002) e H4 (β4 = 6,17; t = 2,28, p-valor = 0,029). Por outro lado, as variáveis lnPOP, lnTRANSF, lnASSIS, lnEDU, lnCASOS e lnOBITOS não apresentaram significância estatística para o modelo, razão que não permitiu confirmar as hipóteses H2, H3, H5, H6, H7 e H8.

Downloads

Publicado

07-12-2022

Como Citar

SANTOS DA MATA, R. . INFLUÊNCIA DE VARIÁVEIS AMBIENTAIS NO NÍVEL DE TRANSPARÊNCIA DAS CONTRATAÇÕES EMERGENCIAIS NO COMBATE À COVID-19. Revista ADMPG, [S. l.], v. 12, n. 1, 2022. Disponível em: https://revistas.uepg.br/index.php/admpg/article/view/21134. Acesso em: 31 jan. 2023.

Edição

Seção

Artigos