Culturas Populares na folkcomunicação e na Comunicação Popular, Comunitária e Alternativa

da decodificação mediática à resistência política

Autores

  • Cicilia Maria Krohling Peruzzo Universidade do Estado do Rio de Janeiro

DOI:

https://doi.org/10.5212/RIF.v.20.i44.0010

Palavras-chave:

culturas populares, folkcomunicação, comunicação popular e comunitária, marginalizados

Resumo

Este artigo discute o tema das culturas populares tanto a partir das noções folkcomunicacionais quanto da comunicação no contexto dos movimentos sociais. O objetivo é observar a presença de elementos da Folkcomunicação no âmbito da Comunicação Popular, Comunitária e Alternativa desenvolvida pelos movimentos sociais. O estudo é baseado em pesquisa bibliográfica. Conclui-se que a comunicação popular no âmbito dos movimentos sociais carrega elementos das culturas populares, inclusive, os folkcomunicacionais, e, como tal, mescla essa expressividade em suas práticas sociais, como por exemplo nos trabalhos de educação de base visando ampliar a conscientização cidadã e em manifestações públicas de protesto no exercício da cidadania.

Biografia do Autor

Cicilia Maria Krohling Peruzzo, Universidade do Estado do Rio de Janeiro

Professora visitante do Programa de Pós-Graduação em Comunicação Social da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ) e do Póscom da Universidade Federal do Espírito Santo. Investigadora Colaborada do Centro de Estudos de Comunicação e Sociedade da Universidade do Minho - Braga, Portugal. Doutora em Ciências da Comunicação pela Universidade de São Paulo, com pós-doutorado pela Universidad Nacional Autónoma de México. Coordena o Núcleo de Estudos de Comunicação Comunitária e Local (COMUNI). Pesquisadora PQ 1B do CNPq.

Downloads

Publicado

2022-07-23

Como Citar

KROHLING PERUZZO, C. M. Culturas Populares na folkcomunicação e na Comunicação Popular, Comunitária e Alternativa: da decodificação mediática à resistência política. Revista Internacional de Folkcomunicação, [S. l.], v. 20, n. 44, p. 174–203, 2022. DOI: 10.5212/RIF.v.20.i44.0010. Disponível em: https://revistas.uepg.br/index.php/folkcom/article/view/20838. Acesso em: 12 ago. 2022.