O Festejo de São Marçal

mediações culturais e a legitimação do sotaque de matraca pelas mídias

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5212/RIF.v.20.i45.0003

Palavras-chave:

São Marçal, Cultura, Mídia

Resumo

O Festejo de São Marçal é uma manifestação da cultura popular maranhense que acontece há mais de 90 anos, no dia 30 de junho, no bairro do João Paulo. Em nosso, estudo abordaremos o tema por meio de pesquisa bibliográfica e entrevistas exploratórias com o objetivo de extrair as mediações encontradas nesse Festejo, bem como indicadores de que ele contribui potencialmente para o desenvolvimento local com divulgação pelas mídias. Buscaremos, ainda, evidenciar as mediações contidas no Festejo de São Marçal e sua essencialidade como fator de legitimação do sotaque do Bumba-meu-boi de matraca, com o objetivo de fazer uma interpretação da tradição cultural local e de sua influência sobre os atores que participam dessa manifestação.

Referências

BARBOSA, Marialva; RIBEIRO, Ana Paula Goulart (org.) Comunicação e história. Florianópolis: Insular, 2011. 296p.

BELTRÃO, Luiz. Folkcomunicação: a comunicação dos marginalizados. São Paulo: Cortez, 1980.

BELTRÃO, Luiz. Folkcomunicação: teoria e metodologia. São Bernardo do Campo: UMESP, 2004. Acesso em: 20 out. 2022.

BURKE, Peter. Cultura popular na idade moderna: Europa, 1500 - 1800. Trad. Denise

Bottmann. São Paulo: Companhia das Letras, 2010. 472p.

CANCLINI, Néstor García. Culturas híbridas: estratégias para entrar e sair da modernidade. Trad. Heloísa P. Cintrão e Ana Regina Lessa. 4.ed. São Paulo: Edusp, 2011. 392p.

COSTA, Cristina. Sociologia: Introdução à ciência da sociedade. 2.ed.rev.ampl. São Paulo: Moderna, 2005. 416p.

CUNHA, Patrícia. Tradição no João Paulo volta com força total. 2022. Disponível em: https://oimparcial.com.br/noticias/2022/06/tradicao-no-joao-paulo-volta-com-forca-total/.

FELIPPI, Ângela C. T. “As mediações de Jesús Martín-Barbero e os estudos de comunicação no âmbito do desenvolvimento regional”. Intexto, nº 43, agosto de 2018, p. 135-50, doi:10.19132/1807-8583201843.135-150.

FERREIRA, Jerusa Pires. Os ofícios tradicionais: cultura é memória. Revista USP. São Paulo, n. 29, p.102-106, mar./maio 1996. Disponível em: https://www.revistas.usp.br/revusp/article/view/25645/27383.

FONSÊCA, Daniele de Jesus Souza. Tem mascarado na festa de São Marçal: o brincante de pai Francisco no Bumba meu boi em São Luís-MA. Disponível em: https://repositorio.unb.br/bitstream/10482/18909/1/2015_DanielledeJesusdeSouzaFonseca.pdf.

HALL, Stuart. Da diáspora: identidades e mediações culturais. Organização Liv Sovik. Tradução Adelaine La Guardia Resende. Belo Horizonte: UFMG, 2013.

INSTITUTO DO PATRIMÔNIO HISTÓRICO E ARTÍSTICO NACIONAL (IPHAN). Dossiê de registro do complexo cultural do Bumba-meu-boi. Disponível em: http://portal.iphan.gov.br/uploads/ckfinder/arquivos/Dossie_bumba_meu_boi(1).pdf.

MARTÍN-BARBERO, Jesus. Dos meios às mediações: comunicação, cultura e hegemonia. Rio de Janeiro: Editora UFRJ, 1997.

MELO, José Marques de. Mídia e Cultura Popular: história, taxionomia e metodologia da

Folkcomunicação. São Paulo: Paulus, 2008.

THOMPSON, John B. Ideologia e cultura moderna: teoria social crítica na era dos meios de comunicação de massa. 9.ed. Petrópolis, RJ: Vozes, 2011. 427p.

WOLF, Mauro. Teorias das comunicações de massa. 2.ed. São Paulo: Martins Fontes, 2005. 295p.

Downloads

Publicado

2022-12-23

Como Citar

FERREIRA JUNIOR, J.; LIMA VELOSO, C.; FRANCO MAIA, V. O Festejo de São Marçal: mediações culturais e a legitimação do sotaque de matraca pelas mídias. Revista Internacional de Folkcomunicação, [S. l.], v. 20, n. 45, p. 55–69, 2022. DOI: 10.5212/RIF.v.20.i45.0003. Disponível em: https://revistas.uepg.br/index.php/folkcom/article/view/21148. Acesso em: 6 fev. 2023.