Arte, Cidade, Política e Humor no Cotidiano Brasileiro: reflexões a partir da obra do artista e historiador Sérgio Luiz de Castro Bonson (1974-2005)

Autores

Resumo

O presente artigo foi escrito com a precisa ideia de fornecer visibilidade à obra do artista e historiador Sérgio Luiz de Castro Bonson entre 1974 e 2005. É nesse sentido que, utilizando partes diversas da extensa obra de Bonson, discutimos simultaneamente arte, cidade, política e humor no cotidiano brasileiro no período citado. A obra de Bonson tem forte apelo à cultura local, manifesta em Florianópolis (SC), sem, contudo, prescindir de uma articulação com o nacional e o transnacional. Dividido em duas partes, o artigo, em sua primeira metade, disponibiliza ao leitor uma exposição da obra de caráter mais local de Sérgio Bonson. Em sua segunda parte, é apresentada discussão acerca da obra de Bonson voltada à chamada imprensa alternativa ou combativa. Somadas, as partes citadas pretensiosamente encerram corpo importante da desenvolta obra de Sérgio Bonson, um artista engajado e um historiador de nossas manifestações socioculturais.

Biografia do Autor

Emerson César Campos, UDESC

Doutor em História (UFSC, 2003). Professor Titular do Departamento e Programa de Pós-Graduação em História FAED/UDESC.

Referências

A Bernunça (1986) O jornal da boca grande (Florianópolis) Ano II, Nº 2.

Abal, Felipe Cittolin; Reckziegel, Ana Luiza Setti 2018 “A pena de morte na Ditadura Civil-Militar brasileira: uma análise processual” em Tempo e Argumento (Florianópolis) Vol. 10, Nº 25.

Bakhtin, Mikhail 1987 A cultura popular na Idade Média e no Renascimento: o contexto de François Rabelais (São Paulo: Hucitec).

Bonson, Sérgio 1987 Waldirene A AM (Florianópolis: Edeme Ind. Gráfica).

Bonson, Sérgio 1990 Tudo pelo soizial (Florianópolis: Papa-Livro).

Broering, Virginia 2020 “Cenas de humor explícito: sacanagem nas tirinhas Waldirene a AM (1986-1990)”, Dissertação de Mestrado em História, Florianópolis. Em <https://bit.ly/3gaQesM> acesso 19 de fevereiro de 2021.

Campos, Emerson César de; Petry, Michele Bete 2010 “Histórias desenhadas: os usos das expressões gráficas de humor como fontes para a história” em Fronteiras (Florianópolis) Vol. 1.

Castoriadis, Cornelius (1995) A instituição imaginária da sociedade (Rio de Janeiro: Paz e Terra).

Davis, Natalie Zemon 1990 Cultura do povo: sociedade e cultura no início da França moderna (Rio de Janeiro: Paz e Terra).

Fundação Getúlio Vargas 2009 “Biografia Vicente Scherer” Em <https://bit.ly/3AWmA2e> acesso 18 de agosto de 2021.

Garcia, Sylvia Gemignani 2001 “Folclore e sociologia em Florestan Fernandes” em Tempo Social (São Paulo) Vol. 13, Nº 2.

Ginzburg, Carlo 1989 Mitos, emblemas e sinais: morfóloga e história (São Paulo: Cia. das Letras).

Jeudy, Henri-Pierre 2005 Espelhos das cidades (Rio de Janeiro: Casa da Palavra).

Kock, Zenir Maria 2021 “[Entrevista cedida a] Emerson César de Campos” (Florianópolis) 20 de julho.

Memória Política de Santa Catarina 2020 “Biografia Nereu do Vale Pereira” Em <https://bit.ly/3mcvK6T> acesso 18 de agosto de 2021.

Michelmann, Alan Cristhian 2015 “Franklin Cascaes, a divulgação turística de Florianópolis e a invenção da ‘Ilha da Magia’”, Trabalho de Conclusão de Curso de Graduação em História, Florianópolis.

Mintz, Lawrence E. 1988 Humor in America (Washington, D.C.: Library of Congress).

Nonnenmacher, Marilange 2007 “Vida e morte Miramar: memórias urbanas nos espaços soterrados da cidade”, Tese de Doutorado em História, Florianópolis.

Pereira, Nereu do Vale 2010 O Boi de Mamão: folguedo folclórico da Ilha de Santa Catarina: Introdução ao seu Estudo (Florianópolis: Associação Eco Museu do Ribeirão da Ilha).

Pessoa, Fernando 1987 Obras em prosa (Lisboa: Publicações Europa-América).

Petry, Michele Bete 2011a “Histórias em quadrinhos: o cotidiano e a cidade de Florianópolis (SC) na contemporaneidade” em Campos, Emerson César de; Falcão, Luiz Felipe Falcão; Lohn, Reinaldo Lindolfo (orgs.) Florianópolis no tempo presente (Florianópolis: UDESC / DIOESC) Vol. 1.

Petry, Michele Bete 2011b “Entre desenhos, aquarelas e expressões gráficas de humor: a cidade e o cotidiano de Florianópolis (SC) na obra de Sérgio Bonson” Dissertação de Mestrado, Florianópolis. Em <https://bit.ly/3stzcLm> acesso 30 de junho de 2021.

Petry, Michele Bete 2013 “Sergio Bonson: um artista da cidade e do cotidiano” em Revista História Catarina (Florianópolis).

Pires, Maria da Conceição Francisca 2006 “Cultura e política entre Fradins, Zeferinos, Graúnas e Orelanas”, Tese de Doutorado em História, Rio de Janeiro.

Roberge, Livia Bernardes; Broering, Virginia 2013 “Da cozinha ao Congresso: as diferentes perspectivas do humor na obra de Sérgio Bonson (1974-2004)”, anais do IV Encontro Nacional de Estudos da Imagem e I Encontro Internacional de Estudos da Imagem, 7 a 10 de maio.

Rodrigues, Arille Rosa 2018 “Os alternativos da ditadura: o caso do Jornal Afinal (Florianópolis, 1980-1981)”, Dissertação de Mestrado, Florianópolis.

Rolim, Nelson 2021 “[Entrevista cedida a] Emerson César de Campos” (Florianópolis) 6 de agosto.

Valente, Cesar 2006 “Um dinheiro que nunca veremos?” em De Olho na Capital, 30 de junho. Em <https://bit.ly/3CZ61F2> acesso 18 de agosto de 2021.

Downloads

Publicado

2022-11-07

Como Citar

CAMPOS, E. C. Arte, Cidade, Política e Humor no Cotidiano Brasileiro: reflexões a partir da obra do artista e historiador Sérgio Luiz de Castro Bonson (1974-2005). Revista de História Regional, [S. l.], v. 27, n. 02, 2022. Disponível em: https://revistas.uepg.br/index.php/rhr/article/view/20596. Acesso em: 7 dez. 2022.