FUTEBOL E DRAMATICIDADE: NOTAS SOBRE A CRÔNICA ESPORTIVA DE NELSON RODRIGUES

Autores

  • Natasha Santos Lise Universidade Federal do Paraná
  • André Mendes Capraro Universidade Federal do Paraná

Palavras-chave:

Literatura. Esporte. Identidade nacional.

Resumo

O objetivo da presente pesquisa é localizar, historicamente, a crônica esportiva de Nelson Rodrigues, a partir do levantamento do estado da arte relacionado ao assunto, bem como da análise de algumas de suas crônicas. Para tanto, recorreu-se ao tratamento das especificidades do gênero crônica, sob o ponto de vista da perspectiva de texto e contexto, organizada por Antonio Candido (1992; 2000). Junto a isso, partiu-se de uma breve biografia de Rodrigues, atrelando-a às particularidades de sua crônica esportiva. A título de conclusão, sugere-se que Nelson Rodrigues, até de forma inconsciente, escrevia defendendo a polêmica teoria do irmão, de que o racismo se manifestaria apenas em situações adversas – como a derrota em 1950. O que sugere, ainda, que o livro de cabeceira do dramaturgo não era Casa Grande & Senzala, mas O Negro no Futebol Brasileiro.

Biografia do Autor

Natasha Santos Lise, Universidade Federal do Paraná

Doutoranda em Educação Física, pela Universidade Federal do Paraná. Mestre em História (2012), pela Universidade Federal do Paraná.

André Mendes Capraro, Universidade Federal do Paraná

Possui mestrado em História pela Universidade Federal do Paraná (2002) e doutorado em História pela Universidade Federal do Paraná (2007). Cursou o estágio pós-doutoral na Università Ca' Foscari di Venezia (2012-2013). Atualmente é professor Associado da Universidade Federal do Paraná e Diretor do Centro de Educação Física e Desportos (CED/UFPR). 

Downloads

Publicado

2017-10-11

Como Citar

LISE, N. S.; CAPRARO, A. M. FUTEBOL E DRAMATICIDADE: NOTAS SOBRE A CRÔNICA ESPORTIVA DE NELSON RODRIGUES. Publicatio UEPG: Ciências Sociais Aplicadas, [S. l.], v. 25, n. 2, p. 229, 2017. Disponível em: https://revistas.uepg.br/index.php/sociais/article/view/10262. Acesso em: 9 ago. 2022.

Edição

Seção

Esporte, Lazer e Sociedade