FUTEBOL, MÍDIA E SOCIEDADE: A ESPETACULARIZAÇÃO DA IMAGEM DO SUCESSO E SUAS INFLUÊNCIAS

  • Gustavo Souza da Silva Universidade de Mogi das Cruzes (UMC)
  • Cristina Schmidt Universidade de Mogi das Cruzes

Resumo

O futebol é o esporte mais popular do mundo. No Brasil, a modalidade não só tem grande apelo entre as massas como compõe a identidade nacional e cultural do povo, sendo capaz de provocar as mais variadas paixões, mobilizar diferentes classes sociais e influenciar, diretamente, o cotidiano, o comportamento e os sonhos dos amantes da bola. Por toda essa importância na sociedade e por sua capacidade de gerar audiência, o futebol, desde sua profissionalização nos anos 1930, tem sido altamente visado pelo jornalismo, pelo entretenimento midiático e pelo mercado publicitário. Diante disso, este artigo, por meio de levantamento bibliográfico e entrevista em grupo focal com 11 jogadores de base, objetiva compreender a espetacularização do esporte e atletas na mídia, bem como as suas influências junto a adolescentes que sonham com uma carreira profissional de sucesso no futebol.

Palavras-chave: Futebol. Espetacularização. Mídia.

Biografia do Autor

Gustavo Souza da Silva, Universidade de Mogi das Cruzes (UMC)

Bacharel em Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo e Mestrando em Políticas Públicas pela Universidade de Mogi das Cruzes-SP (UMC). É jornalista, pesquisador, assessor de imprensa, redator e realiza pesquisa na área de Teorias da Comunicação, com análise de produtos jornalísticos, estudos de recepção midiática, políticas de comunicação, comunicação pública, participação popular, cidadania e relações entre Estado, mídia e sociedade.

Cristina Schmidt, Universidade de Mogi das Cruzes

Pós-doutora pela Cátedra UNESCO/Umesp. Doutora em comunicação e Semiótica pela PUC-SP; Mestre em Teoria e Ensino em Comunicação pela Metodista-SP, Atualmente é professora e pesquisadora do Mestrado em Políticas Públicas da Universidade de Mogi das Cruzes- UMC. Coordena o Grupo de Pesquisa Comunicação, Diversidade e Cidadania CNPq/UMC. Também atua no Curso de Comunicação da UMC, e nos Cursos de Direito e Pedagogia na Faculdade Bertioga – FABE. É Sócio-fundadora da Rede Folkcom, Sócia da Intercom, e Diretora Administrativa da SOCICOM.

Publicado
2019-08-14
Seção
Futebol & Sociedade