COVID-19 E VULNERABILIDADE SOCIAL: REFLETINDO SOBRE A EXPERIMENTAÇÃO DE ORGANIZAÇÕES DA SOCIEDADE CIVIL DA GRANDE FLORIANÓPOLIS

Resumo

As Organizações da Sociedade Civil (OSC) experimentam com outros usuários e coletivos a
luta por direitos de pessoas em situação de maior vulnerabilidade social, buscando a garantia
de serem ouvidos e reconhecidos como cidadãos. Apesar do fechamento inicial das OSC’s, as
lideranças pioneiras não pararam de atuar, nem de mobilizar recursos em tempos de pandemia
do COVID-19. Neste contexto, o presente artigo visa identificar as experimentações do trabalho
voluntário de OSC’s para minimizar os problemas socioeconômicos gerados por um período
de isolamento social. O trabalho foi realizado entre março e outubro de 2020, envolvendo
pesquisa bibliográfica e documental, entrevistas com colaboradores de sete OSC’s da Grande
Florianópolis e observação participante. Um dos principais resultados foi a identificação da
experimentação de um banco comunitário na região, como estratégia de atuação frente à
pandemia do COVID-19.

Biografia do Autor

Luiz Fernando Nieuwenhoff Schefer, Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC)

Doutorando do Programa de Pós-Graduação em Administração da Universidade Federal de Santa Catarina.

Marcia Casarin Strapazzon, Universidade Federal de Santa Cantarina (UFSC)

Doutoranda do Programa de Pós-Graduação em Administração da Universidade Federal de Santa Catarina.

Publicado
2021-05-04
Seção
COVID-19 e seus impactos - 2021/1