DESFILIAÇÃO, POLÍTICAS PÚBLICAS E INTERVENÇÃO SOCIAL. Doi: 10.5212/PublicatioCi.Soc.v.21i2.0001

Autores

  • Clara Cruz Santos Universidade de Coimbra
  • Helena Neves Almeida Universidade de Coimbra

Palavras-chave:

Paradoxos sociais, desfiliação social, políticas públicas

Resumo

A sociedade contemporânea, também designada sociedade do conhecimento, é paradoxal. Nela convivem, e por vezes se confrontam, a potência ouro e a potência desespero, ladeadas por uma aparente igualdade de oportunidades no acesso à educação, ao direito, ao trabalho. Nessa sociedade, a pobreza, a fome, o desemprego, a vulnerabilidade, o risco e a incerteza cruzam-se, e raramente se encontram, com os elevados índices de rendimento econômico, o exercício do poder oriundo da posição social aliada ao capital financeiro, os luxuosos e elevados padrões de vida e de consumo daqueles que, sendo em número cada vez menor, mais possuem. As políticas sociais em execução têm tido um papel remediativo e não “curativo” dos processos de exclusão social (CONTI, 2010), potenciando um “ciclo vicioso” tanto do aumento da despesa pública, como da expansão da pobreza e da exclusão social, criando espaços de vulnerabilidade nos quais o cidadão apresenta evidentes traços de desgaste, inibindo sua participação na manutenção ou na mudança do sistema. O grande déficit de integração social precisa ser estudado e reavaliado cruzando evidências discursivas, vulnerabilidades reais e processos de construção do fatalismo funcional presentes na sociedade atual (CONTI, 2010).

Biografia do Autor

Clara Cruz Santos, Universidade de Coimbra

Doutorada em Serviço Social pela Universidade Católica Portuguesa

Docente do Curso Superior de Serviço Social na Faculdade de Psicologia e Ciências de Educação da Universidade de Coimbra

Helena Neves Almeida, Universidade de Coimbra

Bachelor in Social Work, Master in Psychology and PhD in Social Work, specialization “Social Mediation” (University of Fribourg, Suisse). Teacher of social work since 1976, actually works as teacher and researcher at University of Coimbra (Portugal), in social work bachelor degree and in the master “Social Intervention, Innovation and entrepreneurship”.  With several publications in the field of Social Work Theories and Methodologies, Social and School Mediation, Applied Studies in elderly, health, formal and informal education, family and youth, she coordinates the Observatory of Citizenship and Social Intervention (OCIS), is Senior Advisor of Social Work,  Social and Community Mediation and Social Intervention, researcher at the Institute of Cognitive Psychology and Vocational and Social Development and OCIS.

Downloads

Publicado

2013-12-19

Como Citar

SANTOS, C. C.; ALMEIDA, H. N. DESFILIAÇÃO, POLÍTICAS PÚBLICAS E INTERVENÇÃO SOCIAL. Doi: 10.5212/PublicatioCi.Soc.v.21i2.0001. Publicatio UEPG: Ciências Sociais Aplicadas, [S. l.], v. 21, n. 2, p. 141–149, 2013. Disponível em: https://revistas.uepg.br/index.php/sociais/article/view/5344. Acesso em: 16 ago. 2022.

Edição

Seção

Condição de Pobreza e Estratégias de Desenvolvimento