Notas acerca da relação educação e emancipação humana: limites e contradições da democracia (Notes about the relationship between education and human emancipation: contradictions of democracy)

Conteúdo do artigo principal

Ana Paula Monteiro De Carvalho
José Deribaldo Gomes Dos Santos

Resumo

O objetivo desse artigo é discutir os limites e possibilidades da educação ofertada aos trabalhadores. Tematizam-se os esforços da escola pública em torno da emancipação política, que, por sua vez, é separada das ações sobre as condições materiais de existência, bem como as determinações do Estado capitalista. A metodologia utilizada priorizou o método histórico-ontológico. Os fundamentos da sociabilidade moderna são articulados ao complexo educacional, para que não se possa enxergar as contradições entre o caráter formal da emancipação política e a sua manifestação real. A exposição é apoiada pelas descobertas de Marx, Mészáros, Tonet, dentre outros pesquisadores. Este artigo pretende refletir criticamente sobre o debate em torno da construção de um processo educativo para a tarefa histórica de libertar o trabalho dos grilhões do capital.

Abstract: This paper aims at discussing the limits and possibilities of the education offered to those from working class by questioning the effort expended by public schools towards political emancipation, which, in turn, is dissociated from the necessary action on real conditions of existence and determinant aspects of the State in capitalism. The methodology applied focused on the onto-historical method. Modern sociability foundations are articulated within the educational complex, so that one cannot perceive the contradictions between the formal character of political emancipation and its actual manifestation. This paper is supported by the studies of Marx, Mészáros, Tonet and others. Moreover, this paper aims at reflecting, critically, the debate towards the formative process in order to set it free from the requests capital demands.

Keywords: Education. Human Emancipation. State

Métricas

Carregando Métricas ...

Detalhes do artigo

Como Citar
DE CARVALHO, A. P. M.; SANTOS, J. D. G. D. Notas acerca da relação educação e emancipação humana: limites e contradições da democracia (Notes about the relationship between education and human emancipation: contradictions of democracy). Emancipação, Ponta Grossa - PR, Brasil., v. 19, n. 1, p. 1–14, 2019. DOI: 10.5212/Emancipacao.v.19.0006. Disponível em: https://revistas.uepg.br/index.php/emancipacao/article/view/10959. Acesso em: 21 jul. 2024.
Seção
Artigos
Biografia do Autor

Ana Paula Monteiro De Carvalho, PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM EDUCAÇÃO DA UNIVERSIDADE ESTADUAL DO CEARÁ

Doutoranda em Educação pela Universidade Federal do Ceará. Mestre em Educação pela Universidade Estadual do Ceará. Participante do Grupo de Pesquisa Trabalho, Educação, Estética e Sociedade (GPTRESS) do Programa de Pós-graduação em Educação da UECE. Professora da Educação Básica-Rede Pública do Estado do Ceará.

José Deribaldo Gomes Dos Santos, PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM EDUCAÇÃO (PPGE) E MESTRADO ACADÊMICO INTERCAMPI EM EDUCAÇÃO E ENSINO (MAIE) DA UNIVERSIDADE ESTADUAL DO CEARÁ.

PROFESSOR DOUTOR DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM EDUCAÇÃO (PPGE) E MESTRADO ACADÊMICO INTERCAMPI EM EDUCAÇÃO E ENSINO (MAIE) DA UNIVERSIDADE ESTADUAL DO CEARÁ. COORDENADOR DO LABORATÓRIO DE PESQUISA SOBRE POLÍTICAS SOCIAIS DO SERTÃO CENTRAL (LAPPS) E DO GRUPO DE PESQUISA TRABALHO, EDUCAÇÃO, ESTÉTICA E SOCIEDADE (GPTRESS) DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM EDUCAÇÃO DA UECE.

Referências

BRASIL. Lei nº 13.467 de 13 de julho de 2017. Altera a Consolidação das Leis do Trabalho (CLT), aprovada pelo Decreto-Lei no 5.452, de 1o de maio de 1943, e as Leis nos 6.019, de 3 de janeiro de 1974, 8.036, de 11 de maio de 1990, e 8.212, de 24 de julho de 1991, a fim de adequar a legislação às novas relações de trabalho. Diário Oficial da União, 14 jul. 2017.

CARCANHOLO, R. (org.). Capital: essência e aparência. Vol.1. São Paulo: Expressão Popular, 2011.

CARCANHOLO, R. A.; NAKATANI, P. O capital especulativo parasitário: uma precisão teórica sobre o capital financeiro, característico da globalização. Ensaios FEE. Porto Alegre, v. 20, n. 1, p. 264-304, jun.,1999.

LUKÁCS, G. Para uma ontologia do ser social II. São Paulo: Boitempo, 2013.

MARX, K. Contribuição à crítica da economia política. Tradução Florestan Fernandes. 2 ed. São Paulo: Expressão Popular, 2008.

MARX, K. Crítica da filosofia do direito de Hegel. São Paulo: Boitempo, 2005.

MARX, K. Estatutos da Associação Internacional dos Trabalhadores. In: MARX, K; ENGELS, F. Manifesto do Partido Comunista. Tradução de Pietro Nassetti. São

MARX, K.Manuscritos econômicos-filosóficos. São Paulo: Boitempo, 2004.

MARX, K. Miséria da Filosofia. Resposta à Filosofia da Miséria do Sr. Proudhon. São Paulo: Expressão Popular, 2009.

MARX, K. O Capital: crítica da economia política. Livro Primeiro. V.1 Tradução de Reginaldo Sant’Anna. 13 ed. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 1989.

MARX, K.Sobre a questão judaica. São Paulo: Boitempo, 2010.

MENDES SEGUNDO, M. D. O Banco Mundial e suas implicações na política de financiamento da educação no Brasil: o FUNDEF no centro do debate. 2005. Tese. (Doutorado em Educação) - Faculdade de Educação, Universidade Federal do Ceará, Fortaleza.

MÉSZÁROS, I. A crise estrutural do capital. São Paulo: Boitempo, 2011.

MÉSZÁROS, I. Para além do Capital. Rumo a uma teoria da transição. São Paulo Boitempo, 2002. Edição eletrônica.

MÉSZÁROS, I. O Século XXI: socialismo ou barbárie. São Paulo: Boitempo, 2003.

SANTOS, D. Graduação tecnológica no Brasil: crítica à expansão do ensino superior não universitário. Curitiba: Editora CRV, 2012.

SAVIANI, D. Escola e Democracia. 42. ed. Campinas: Autores Associados, 2012.

SAVIANI, D. Pedagogia Histórico-Crítica. Primeiras aproximações. 11. ed. Campinas: Autores Associados, 2013.

TONET, I. Educação, cidadania e emancipação humana. 2. ed. Maceió: Edufal, 2013.