Questão Social & Qualidade de Vida: estudo de caso dos imigrantes haitianos em Manaus (Social Issues & Quality of Life: a case study of Haitian immigrants in Manaus)

##plugins.themes.bootstrap3.article.main##

Maria do Perpétuo Socorro Rodrigues Chaves
http://orcid.org/0000-0003-4289-2257
Richemond Dacilien
Carla Letícia Carvalho Campinas

Resumo

Resumo:Este artigo aborda as condições de vida de imigrantes haitianos na cidade de Manaus, no ano de 2019, no estudo da dissertação “Condições de Vida dos Imigrantes Haitianos no Centro de Acolhimento da Pastoral de Migrante, Manaus/Am”, e no projeto Análisis Multidimensional de las Interacciones Universidad-Sociedad en el Estado del Amazonas, do Grupo Interação, da Red Multiben, do Programa Iberoamericano de Ciência e Tecnologia para o Desenvolvimento – CYTED. Os procedimentos metodológicos foram pautados na Metodologia Interação, uma abordagem crítico dialética, abrangendo pesquisa bibliográfica, documental e de campo com técnicas e instrumentos de caráter participativo. Os resultados sintetizam os debates teórico práticos sobre como a questão social em suas expressões econômicas (empobrecimento, desemprego), políticas (limites à participação), sociais (exclusão social, relações de subalternidade), ambientais (riscos e vulnerabilidade aos desastres naturais) e culturais (desvalorização de seus saberes e práticas) afetam a qualidade de vida dos imigrantes haitianos.

##plugins.themes.bootstrap3.article.details##

Como Citar
Rodrigues Chaves, M. do P. S., Dacilien, R., & Campinas, C. L. C. (2021). Questão Social & Qualidade de Vida: estudo de caso dos imigrantes haitianos em Manaus (Social Issues & Quality of Life: a case study of Haitian immigrants in Manaus). Emancipação, 21, 1-23. https://doi.org/10.5212/Emancipacao.v.21.2115018.020
Seção
Artigos
Biografia do Autor

Maria do Perpétuo Socorro Rodrigues Chaves, Universidade Federal do Amazonas

* Doutora em Política Científica e Tecnológica, Professora Titular da Universidade Federal do Amazonas do Departamento de Serviço Social. Coordenadora do Grupo Interdisciplinar de Estudos Socio-ambientais e de Desenvolvimento de Tecnologias Apropriadas na Amazônia (Grupo Inter-Ação) Bolsista Produtividade CNPq. E-mail: socorro.chaves@outlook.pt. 

Richemond Dacilien, Universidade Federal do Amazonas

Doutorando em Política Social /UFES, Mestre em Serviço Social e Sustentabilidade na Amazônia- PPGSS/UFAM.
Pesquisador do Grupo Interdisciplinar de Estudos Socioambientais e de Desenvolvimento de Tecnologias Apropriadas na Amazônia (Grupo Inter-Ação), E-mail: dacilienr@gmail.com.

 

Carla Letícia Carvalho Campinas, Universidade Federal do Amazonas

Graduanda em Serviço Social na UFAM. Pesquisadora de Iniciação Cientifica do Grupo Interdisciplinar de Estudos Socioambientais e de Desenvolvimento de Tecnologias Apropriadas na Amazônia. E-mail: carlaleticiaseso@gmail.com. 

Referências

AUDEBERT, Cédric. La diaspora haïtienne: vers l’émergence d’un territoire de la dispersion? In: CELIUS, Carlo A. (Dir.). Le défi haïtien: économie, dynamique sociopolitique et migration, Paris: L’Harmattan, 2011, p. 193-212. Disponível em: .Acesso em: 10/12/ 2018.
BANQUE MONDIALE. Recueil de statistiques 2011 sur les migrations et les envois de fonds. 2011. Disponível em: . Acesso em: 5 dez. 2019.
BARBOSA, Sônia Regina da Cal Seixas. Qualidade de Vida e ambiente: uma temática em construção. In: BARBOSA, Sônia Regina da Cal Seixas (org.). A temática ambiental e a pluralidade do Ciclo de Seminários do NEPAM. Campinas: UNICAMP, NEPAM, 1998, p. 401- 423.
BRASIL. Constituição da República Federativa do Brasil. Brasília: Senado Federal, 1988.
BRASIL. Resolução nº 145/04 - Política Nacional de Assistência Social (PNAS).Disponível em: . Acesso: 20 de fev. 2019.
BRASIL. Resolução nº 109/09 - Tipificação Nacional de Serviços Sócio-assistenciais. Disponível em: . Acesso: 17 de fev. 2019.
COELHO, Lígia Martha C. Sobre o Conceito de Cidadania: uma crítica a Marshall, uma atitude antropofágica. In: Coelho, Lígia Martha C. et al. Cidadania/Emancipação. Rio de Janeiro. Tempo Brasileiro. 1990.
CASTEL, Robert. As Metamorfoses da Questão Social: uma crônica do salário. Rio de Janeiro, Vozes, 1998.
CASTOR, Suzy. L’occupation américaine d’Haiti. Imprimerie Henry Deschamps, Portau-Prince, 1988.
CERQUEIRA FILHO, Gisálio. A Questão Social no Brasil - Crítica do Discurso Político. 1982.
COSTA, Pe. Gelmino. Cadernos de migração: memória da chegada de imigrantes haitianos a Manaus, 2010-2014: Presença da Pastoral do Migrante. Centro de Estudo de Migratórias. São Paulo, 2016.
DAY, H. ; JANKEY, S.G. Lições da literatura: em direção a um modelo holístico de qualidade de vida. In: RENWICK, R.; BROWN, I.; NAGLER, M. (Eds.). Qualidade de vida na promoção e reabilitação da saúde: abordagens conceituais, questões e aplicações. Mil Oaks: Sage, 1996.
ETIENNE, Sauveur Pierre. Haïti, l’invasion des ONG. Editions du CIDlHCA, Quebec, 1997.
HANDERSON, Joseph. Diáspora: as dinâmicas de mobilidade haitiana no Brasil, no Suriname no Guiana francesa. Tese (Doutorado)- Programa de Pós-Graduação em Antropologia Social do Museu Nacional, UFRJ, 2015.
HURBON, Laënnec. Comprendre Haïti. Essai sur l’Etat, la nation, la culture. Karthala, Paris, 1987.
IAMAMOTO, Marilda V. O Serviço Social na Contemporaneidade: trabalho e formação profissional. 5ª ed. São Paulo: Cortez, 1999.
IANNI, Octavio. A Questão Social. Revista USP, (3), 145-154.
INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA-IBGE. Censo Demográfico 2010. Disponível em: http://www.ibge-.gov.br/home/estatistica/populacao/censo2010/resultados\gerais\amostra-/resultados\ gerais\ amostra\ tab\ uf\ microdados. shtm. Acesso em 5 fev. 2019.
INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA - IBGE,1940; 1950; 1960; 1970; 1980; 1991; 2000; 2010 apud ARAÚJO, A. A. A. Reve de Brezil: A inserção de um grupo de imigrantes haitianos em Santo André- SP - Brasil.
INSTITUT HAÏTIEN DE STATISTIQUES E D’INFORMATIONS - IHSI. Population totale, population de 18 ans et plus ménages et densités estimés en 2015. Porto- Príncipe, 2015. Disponível em: < http://www.
ihsi.ht/pdf/projection/Estimat PopTotal_18ans_Menag2015.pdf>. Acesso em: 03 fev. 2020.
INTERNATIONAL CRISIS GROUP. Global Overview. Disponivel em: https://www.crisisgroup.org/
crisiswatch/august-2017. Acesso em: 10 dec.2019.
JEAN BAPTISTE, Marc Donald. O Haiti está aqui: uma análise da compreensão dos Imigrantes Haitianos sobre a Política Social no Brasil. Dissertação (Mestrado em Serviço Social), UEL. 2018.
MANIGAT Lesly. F. Eventail d’Histoire Vivante d’Haiti: Des Preludes a la Revolution de Saint Domingue Jusqu’á nos Jours (1789-2007), tome 4. Media-Texte. 2007.
MARSHALL, Tomas Hamprey A. A cidadania, Classe Social e Status. Trad.: Merton Porto Gadelha. Rio de Janeiro: Zahar, 1997.
MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO SOCIAL E AGRÁRIO. Sistematização do debate sobre o papel da assistência social no atendimento aos migrantes. Brasília, maio de 2016.
NETTO, José P. Introdução ao método da teoria social. In:Serviço Social: direitos sociais e competências profissionais. Brasília: CFESS/Abepss, 2009.
NETTO, José Paulo. Sobre a Questão Judaica. Tradução Rubens Enderle e Leonardo de Deus, 1º ed. São Paulo: Editora Boitempo, 2005.
PEREIRA, Érico Felden; TEIXEIRA, Clarissa Stefani, SANTOS, Anderlei dos. Qualidade de vida: abordagens conceitos e avaliação. Rev. bras. Educ. Fís. Esporte, São Paulo, v.26, n.2, p.241-50, abr./jun. 2012.
RICO, Elizabeth de Melo. O empresariado, a filantropia e a questão social. Revista de Serviço Social e Sociedade, Nº 58 ano XIX. São Paulo: Cortez, 1998. p. 37-38.
SARTRE, Jean Paul. Questions de Méthode: marxime et existealisme. Critique a la raison dialethique. Paris: Gallirmard, 1972.
SANTIN, Silvino. Cultura Corporal e Qualidade de Vida. Revista Kinesis, Sta. Maria/RS, Nov/2002, p.116-186.
SILVA, Sidney A. Haitianos em Manaus, Mercado de trabalho e exercício da cidadania, 2014. In: SILVAL Sidney Antônio, ASSIS O. Glaucia. Em busca do Eldorado: o Brasil no contexto das migrações nacionais e internacionais. Editorial da Universidade Federal do Amazonas. 2016.
SPINK, Mary Jane Paris (org.). A Cidadania em Construção: uma reflexão transdisciplinar. São Paulo: Cortez, 1994.
WHOQOL, Qualidade de Vida na Organização Mundial da Saúde. Protocolo de estudo para o projeto da organização word l hrath para desenvolver um instrumento de avaliação da qualidade de vida. Res. Qualidade de vida., V.2, n.2, pág. 153, 1993.