Violência, favela e pacificação: representações sobre a Unidade de Polícia Pacificadora no Morro do Andaraí do Rio de Janeiro (Violence, slum and pacification: representations of the Pacifying Police Unit...) Doi: 10.5212/Emancipacao.v.16i1.0004

Conteúdo do artigo principal

Gustavo Clayton Alves Santana
http://orcid.org/0000-0002-5466-7623
Marcelo Henrique da Costa
Ricardo Vieiralves de Castro

Resumo

Resumo: As recentes medidas de ocupação policial praticadas pelo Governo do Estado do Rio de Janeiro, em 38 favelas da metrópole carioca, recolocam em discussão o controle através do qual o Estado age nestes territórios, desde sua configuração socioespacial. Partindo de uma abordagem holística, que considerou observar os fatos humanos como totalidades, foi desenvolvido um trabalho de campo exploratório e a aplicação de um questionário não diretivo a um conjunto de moradores do Morro do Andaraí, posteriormente as falas dos moradores foram tratadas segundo a técnica de análise de conteúdo. Percebe-se nas representações sociais dos moradores, o entendimento de que as ordens ideológica, política e econômica que compõem o Estado continuam a olhar as favelas como territórios onde identificam a desordem e a causa dos problemas sociais enfrentados pelo conjunto da cidade. Espaço que, por isso, precisa ser reordenado, “pacificado” para acabar com ideia da cidade partida em frações marginais.

Palavras-chave: Representações Sociais. Favelas. Rio de Janeiro.

Abstract: The recent police occupation measures applied by the government state of Rio de Janeiro in 38 slums put back in discussion the controlling acts used by the State in these territories since its socio spatial configuration. Starting from the holistic approach that considers the human facts as totality we develop an exploratory fieldwork and applied a nondirective questionnaire to a group residents of the Morro do Andaraí. The answers were analyzed according to the content analysis method. We perceive in the social representations of residents understanding that the ideological orders, political and economic that make up the State still look at the favelas as territories which identifies the clutter and the causee. of the social problems facing the city sets. Space to be reordered, pacified to end that idea the broken city in marginal fractions.

Keywords: Social Representations. Slums. Rio de Janeiro.

Métricas

Carregando Métricas ...

Detalhes do artigo

Como Citar
SANTANA, G. C. A.; COSTA, M. H. da; CASTRO, R. V. de. Violência, favela e pacificação: representações sobre a Unidade de Polícia Pacificadora no Morro do Andaraí do Rio de Janeiro (Violence, slum and pacification: representations of the Pacifying Police Unit...) Doi: 10.5212/Emancipacao.v.16i1.0004. Emancipação, Ponta Grossa - PR, Brasil., v. 16, n. 1, p. 61–80, 2016. Disponível em: https://revistas.uepg.br/index.php/emancipacao/article/view/8178. Acesso em: 21 jul. 2024.
Seção
Artigos
Biografia do Autor

Gustavo Clayton Alves Santana, Universidade Estadual do Norte Fluminense Darcy Ribeiro

Mestre em Psicologia Social, Doutorando em Sociologia Política na Universidade Estadual do Norte Fluminense Darcy Ribeiro (UENF) e Pesquisador do Laboratório de Estudos Contemporâneos da UERJ (Labore/UERJ).

Marcelo Henrique da Costa, Universidade Veiga de Almeida

Professor Adjunto do Curso de Psicologia da Universidade Veiga de Almeida e Pesquisador do Laboratório de Estudos Contemporâneos da UERJ (Labore/UERJ).

Ricardo Vieiralves de Castro, Universidade do Estado do Rio de Janeiro

Professor Adjunto da UERJ e Coordenador do Laboratório de Estudos Contemporâneos da UERJ (Labore/UERJ).