O ativista midiático da rede folkcomunicacional

Osvaldo Trigueiro

Resumo


Os estudos em comunicação, na era da globalização, não podem mais ser
desenvolvidos sem a indissociabilidade da cultura da mídia e da cultura popular.
Comunicação e cultura devem ser estudadas juntas, porque representam realidades muito
próximas, são campos multidimensionais e integrativos. O enfoque da pesquisa não é a
comunicação e a cultura em si, mas as suas relações sociais presentes nos diferentes
sistemas de convivência cotidiana das pessoas e dos grupos sociais. Na realidade, o que
interessa é saber como a sociedade contemporânea faz uso das múltiplas formas de
comunicação e das culturas ofertadas pelas redes midiáticas e os seus cruzamentos com as
redes de comunicação interpessoais que operam nas práticas da vida cotidiana. Não é mais
possível persistir em compreender-se a influência dos meios de comunicação, sem se
entender o que as sociedades fazem com os acontecimentos difundidos pelos meios
midiáticos, principalmente como o rádio e a televisão, ou seja, o que a mídia faz com a
sociedade e o que a sociedade faz com os bens culturais veiculados pela mídia.

Texto completo:

PDF


Licença Creative Communs Attribuitton