"Unileiros" na cidade:

memórias e preconceitos em Foz do Iguaçu - PR (2010-2017)

Autores

Resumo

Este texto tem por objetivo compreender vivências urbanas de estudantes da Federal da Integração Latino-Americana – UNILA, na cidade de Foz do Iguaçu – PR, tendo como recorte o período de sua criação, 2010 até 2017. Para tanto, utilizaremos como fontes entrevistas orais com jovens discentes da UNILA de diferentes nacionalidades, produzidas entre 2013 e 2017. São mobilizadas entrevistas de dez estudantes – dois brasileiros e oito estrangeiros – analisadas a partir de aportes teóricos e metodológicos da História Oral. As memórias das vivências destes estudantes foram marcadas por transformações em suas relações com a cidade. Narraram um primeiro momento em que teriam sido bem recebidos pela cidade, seguido por um processo, a partir de 2012, de construção e percepção de preconceitos e estereótipos sociais constituídos sobre si naquela urbe. Ao longo do texto analisamos este processo, tentando compreender esse movimento, bem como táticas produzidas pelos estudantes em seus diálogos nos espaços citadinos. Através de nossas análises foi possível perceber memórias estudantis atravessadas e ressignificadas por tensionamentos, preconceitos e táticas experimentados e construídas na cidade.

Referências

ALBUQUERQUE JÚNIOR, Durval M de. História: a arte de inventar o passado. Ensaios de teoria da História. Bauru: Edusc, 2007.
ALBUQUERQUE JÚNIOR, Durval M. Preconceito contra a origem geográfica e de lugar: as fronteiras da discórdia. São Paulo: Editora Cortez, 2012.
ALMEIDA, Larissa R. O Mercosul educacional e a criação da UNILA no início do século XXI: por uma integração regional via educação. Tese. Universidade Federal do Rio de Janeiro, 2015.
ARANTES, Antônio A. Desigualdade e diferença: cultura e cidadania em tempos de globalização. Paisagens Paulistanas. Campinas: Editora da Unicamp/Imprensa Oficial, 2000. P. 106-107.
BOHOSLAVSKY, E.; SÁ MOTTA, R.; BOISARD, S. Pensar as Direitas na América Latina. São Paulo: Alameda, 2019.
CANDAU, Joel. Memória e Identidade. São Paulo: Contexto, 2019.
CERTEAU, Michel de. A Invenção do Cotidiano – Artes de fazer. Petrópolis: Ed. Vozes, 2014.
FARAH, Paulo D. Combates à Xenofobia, ao racismo e à intolerância. In: Revista USP. São Paulo, n. 114, 2017.
FERREIRA, Marieta M. História, tempo presente e história oral. Topoi. vol.3, n.5, p. 314-332, 2002.
FROTSCHER, Méri. Língua, memória e identidade. Considerações metodológicas sobre histórias de vida de migrantes bilíngues. História Oral, v. 14, n. 1, 2011.
HALL, Stuart. Identidade Cultural e Diáspora. Revista do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional, n.24, 1996.
HALL, Stuart. Quem precisa da Identidade. In: SILVA, Tomas Tadeu (Org.). Identidade e diferença. Petrópolis, Rj. Editora Vozes, 2000.
KOSELLECK, Reinhart. Futuro Passado: Contribuição à semântica dos tempos históricos. Rio de Janeiro: Contraponto, 2006.
LAVERDI, Robson. Raymond Williams y la historia oral: relaciones sociales constitutivas. Palabras y Silencios. Vol. 5, Núm. 2, 2011.
MENEGHEL, S.; AMARAL, J. Universidades internacionais na contracorrente: as propostas da UNILA e da Unilab. Universidades. México, v. 67, p. 25-40, 2015.
PASSERINI, Luisa. A Memória entre Política e Emoção. São Paulo: Letra e Voz, 2011.
PORTELLI, A. O que faz a história oral diferente. In: Projeto História. Vol. 14. São Paulo: 1997.
PORTELLI, A. O que faz a história oral diferente. In: Projeto História. Vol. 14. São Paulo: 1997.
PORTELLI, Alessandro. Ensaios de História Oral. São Paulo: Letra e Voz, 2010.
PORTELLI, Alessandro. A Filosofia e os fatos: narração, interpretação e significado nas memórias e nas fontes orais. Tempo, v. 1, n.2, 1996.
PORTELLI, Alessandro. Forma e Significação na História Oral. A Pesquisa como um Experimento em Igualdade. Projeto História. V. 14, n. 1, 2007.
REISDORFER, Thiago. Universidade e Interculturalidade: Ressignificações identitárias de estudantes da Universidade Federal da Integração Latino-Americana – UNILA (2008-2017). 2018. Tese. (Doutorado em História) – Universidade do Estado de Santa Catarina, Santa Catarina, 2018.

Downloads

Publicado

2022-06-24

Como Citar

REISDORFER, T. "Unileiros" na cidade:: memórias e preconceitos em Foz do Iguaçu - PR (2010-2017). Revista de História Regional, [S. l.], v. 27, n. 1, 2022. Disponível em: https://revistas.uepg.br/index.php/rhr/article/view/19991. Acesso em: 12 ago. 2022.

Edição

Seção

Dossiê História do Tempo Presente: entre fronteiras regionais, políticas e cultu