Políticas públicas para o urbano em Guarapuava, PR, Brasil

Autores

  • Tatiellen Cristina Prudentes Universidade Estadual do Centro-Oeste do Paraná - UNICENTRO.
  • Marcia da Silva Universidade Estadual do Centro-Oeste do Paraná - UNICENTRO.

Palavras-chave:

Estado, Ações Públicas, Convênio, Conflitos de Interesses.

Resumo

Analisa-se as formas de intervenção urbana a partir de políticas públicas, com recursos oriundos do governo federal, numa cidade média do estado do Paraná, entre 2013 e 2016. Os resultados são apresentados em três seções. Na primeira, apresenta-se a revisão de conceitos e temáticas voltadas para as políticas públicas; na segunda etapa, apresenta-se e discute-se dados documentais, de instituições governamentais e não governamentais, e entrevistas. Na terceira etapa, descreve-se os convênios estabelecidos entre o governo federal e o governo local, em termos de políticas públicas de intervenção para o espaço urbano. Conclui-se que, em Guarapuava, os fatores políticos muito intervêm na distribuição de políticas públicas com o intuito de promoção, enaltecimento e perpetuação de determinados grupos de e no poder, em especial os grupos familiares e seus alinhamentos políticos e partidários.

Biografia do Autor

Tatiellen Cristina Prudentes, Universidade Estadual do Centro-Oeste do Paraná - UNICENTRO.

Doutoranda e Mestre em Geografia pela Universidade Estadual do Centro-Oeste (UNICENTRO), Linha de Pesquisa: Dinâmicas dos espaços rurais e urbanos. Graduada em Geografia pela Universidade Estadual Centro-Oeste UNICENTRO/Guarapuava. Foi funcionária do Departamento de Habitação na Prefeitura Municipal de Guarapuava, entre 2012 á 2015, desenvolvendo trabalhos técnicos, como exemplo o Programa Papel Passado, do governo federal. Desenvolve trabalhos na área de Políticas Públicas, gestão do território, e espaço urbano e trabalhos sobre Habitação de interesse social. Desenvolve pesquisas em temáticas voltadas à Geografia Urbana e Política. É membro do Grupo de Pesquisa em Estudos Políticos e Análise Urbano-Regional e membro do Grupo de Pesquisa Dinâmicas Política, Econômica e Social (GEPES). Conselheira Titular do Conselho Municipal de Assistência Social (2013-2015). Conselheira suplente do Conselho Gestor do Fundo Municipal de Habitação de Interesse Social (2014-2015). 

Marcia da Silva, Universidade Estadual do Centro-Oeste do Paraná - UNICENTRO.

Graduada e pós-graduada em Geografia pela Universidade Estadual Paulista - UNESP/Presidente Prudente. Desenvolve pesquisas em temáticas voltadas à Geografia Política, mais especificamente sobre poder e redes de poder, políticas públicas e dinâmica do território. Debruça-se, ainda, em aprofundar epistelogicamente os conceitos de territórios conservadores de poder e de contraespaços, áreas nas quais têm projetos financiados pelo CNPq e pela Fundação Araucária. Professora da Universidade Estadual do Centro-Oeste (UNICENTRO), em Guarapuava (graduação, mestrado e doutorado), no Paraná. Líder do Grupo de Pesquisa em Estudos Políticos e Análise Urbano-Regional e do Grupo de Pesquisa Redes de Poder, Migrações e Dinâmicas Territoriais (GEPES). Esteve na coordenação do Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu (Mestrado/Doutorado) em Geografia da Unicentro por quatro anos. É membro do Conselho Consultivo da ANPEGE e avaliadora de Cursos de Graduação do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (INEP), bem como membro do Comitê Assessor de Área (CAA - Ciências Humanas) da Fundação Araucária. Pós-doutora em Geografia pela Universidade de Lisboa.

Downloads

Publicado

2019-09-25

Como Citar

PRUDENTES, T. C.; SILVA, M. da. Políticas públicas para o urbano em Guarapuava, PR, Brasil. Terr@ Plural, [S. l.], v. 13, n. 3, p. 73–89, 2019. Disponível em: https://revistas.uepg.br/index.php/tp/article/view/10232. Acesso em: 28 set. 2022.