Critérios para delimitação de bordas de estradas na análise de paisagem

Autores

  • Dinameres Aparecida Antunes Universidade Federal do Piaui
  • Rosemeri Segecin Moro UEPG

Palavras-chave:

Ecologia de paisagem, Análise de entorno, Buffer.

Resumo

Este trabalho discute aspectos metodológicos para se delimitar espacialmente, extensões de borda ao longo de estradas, adequadas à resolução de problemas sob a ótica da Ecologia de Paisagens. São consideradas as características das vias e variáveis do ambiente. Na análise de entorno (buffering) os valores não seguem padrão, sugere-se utilizar as distâncias em diferentes níveis de estrada e sua interface com áreas: abertas mesófilas: até 100 m para vegetação; até 700m para aves; abertas hidrófilas: até 1.000 m para anuros, até 700m para aves; florestais nativas:  até 70 m para a vegetação, até 80 m para pequenos vertebrados; florestais exóticas: até 40 m para a vegetação; cursos de água:  até 100 m.

Biografia do Autor

Dinameres Aparecida Antunes, Universidade Federal do Piaui

docente do Curso de Engenharia Cartográfica - UFPI

Rosemeri Segecin Moro, UEPG

docente do PPG em Geografia - UEPG

Downloads

Publicado

2017-09-28

Como Citar

ANTUNES, D. A.; MORO, R. S. Critérios para delimitação de bordas de estradas na análise de paisagem. Terr@ Plural, [S. l.], v. 11, n. 1, p. 155–166, 2017. Disponível em: https://revistas.uepg.br/index.php/tp/article/view/10272. Acesso em: 9 ago. 2022.