Uso e ocupação do entorno do reservatório público do município de Riacho da Cruz (RN)

Autores

  • Francisca Wigna da Silva Freitas Universidade do Estado do Rio Grande do Norte / Licenciada em Geografia, Mestranda em Ciências Naturais
  • Josiel de Alencar Guedes Universidade do Estado do Rio Grande do Norte

Palavras-chave:

Recursos Hídricos, Uso da terra, Semiárido

Resumo

O presente artigo tem por objetivo analisar os usos e ocupação no entorno do reservatório público do município de Riacho da Cruz (RN), como forma de auxiliar nas discussões sobre a melhor forma de gestão de recursos hídricos e de desenvolvimento socioeconômico. Os procedimentos metodológicos foram a partir da utilização do Sistema de Informação Geográfico (SIG) utilizando o software Qgis, (versão 2.14.11), a partir da classificação manual de imagens, por meio da fotointerpretação (PARANHOS FILHO et al, 2016) para a vetorização e construção do mapa de uso e ocupação da área com buffer de 500 m do entorno do reservatório a partir da classificação dos usos do IBGE (2012). Identificou-se no entorno do reservatório as classes de culturas permanentes, culturas temporárias, comunidades rurais, área urbana, áreas descobertas e a classe mata nativa, sendo esta a de maior relevância.

Biografia do Autor

Francisca Wigna da Silva Freitas, Universidade do Estado do Rio Grande do Norte / Licenciada em Geografia, Mestranda em Ciências Naturais

Mestrado em Ciências Naturais (UERN) - Geoprocessamento

Josiel de Alencar Guedes, Universidade do Estado do Rio Grande do Norte

Departamento de Geografia, Geografia Física, Geocartografia

Downloads

Publicado

2018-07-31

Como Citar

FREITAS, F. W. da S.; GUEDES, J. de A. Uso e ocupação do entorno do reservatório público do município de Riacho da Cruz (RN). Terr@ Plural, [S. l.], v. 12, n. 1, p. 62–75, 2018. Disponível em: https://revistas.uepg.br/index.php/tp/article/view/10329. Acesso em: 9 ago. 2022.

Edição

Seção

Artigos