POVO PAITER E AS FERRAMENTAS TECNOLÓGICAS: Uma parceria na luta pela defesa e garantia de seus direitos na Terra Indígena Sete de Setembro.

Autores

Palavras-chave:

Amazônia brasileira, Fortalecimento Cultural, Território.

Resumo

Diversos povos indígenas têm procurado caminhos para o etnodesenvolvimento muitas vezes espelhados em processos regionais de curto prazo, meramente econômicos, onde a questão etnotecnológica e o uso dos recursos naturais são desvinculados de preocupações com o impacto ambiental gerado. Os Paiter Suruí constituem um desses muitos povos indígenas no Brasil que apostaram na força tecnológica para manutenção e preservação cultural e territorial do seu povo. O objetivo deste trabalho é mostrar a realidade vivida por este Povo e sua luta cotidiana em busca de conquistas e garantias de seus direitos a territórios e cultura tradicionais. Para isso, os conhecimentos e a qualificação dos usos das ferramentas tecnologias pelos Paiter Suruí foram e continuam sendo importantes meios e estratégias transcultural-territoriais para o fortalecimento cultural-identitário e enfrentamento dos discursos pós-colonial. O trabalho teve como fundamentação metodológica a pesquisa participante, em razão do primeiro autor ser indígena da respectiva etnia, enquanto o segundo autor tem experiências de longo tempo com os povos originários de Rondônia e desenvolve várias atividades na Terra Indígena Sete de Setembro habitada pelos Paiter Suruí

Biografia do Autor

Gasodá Suruí, Universidade Federal de Rondônia - UNIR

Indígena do povo Paiter Suruí de Rondônia. Graduado em Turismo pelo Centro Universitário São Lucas de Porto Velho. Discente do Programa de Pós-Graduação Mestrado e Doutorado em Geografia (nível Mestrado) da Universidade Federal de Rondônia – PPGG/UNIR. Pesquisador do Grupo de Estudos e Pesquisas Modos de Vida e Culturas Amazônicas - GEPCULTURA/UNIR. E-mail: gasodasurui@hotmail.com

Adnilson de Almeida Silva, Universidade Federal de Rondônia - UNIR

Docente do Departamento de Geografia, do PPGG/UNIR e do Programa de Pós-Graduação Mestrado e Doutorado em Desenvolvimento Regional e Meio Ambiente – PGDRA/UNIR. Pesquisador do GEPCULTURA/UNIR e da Rede CASLA/CEPIAL. E-mail: adnilson@unir.br.

Martin Ignácio Torres Rodriguez, Universidade Estadual de Ponta Grossa – UEPG

Discente do Pós-Graduação Mestrado e Doutorado em Geografia (nível Doutorado) da Universidade Estadual de Ponta Grossa – PPGG/UEPG. Membro do Grupo de Pesquisas de Estudos Territoriais – GETE/UEPG.E-mail: martin.torres.r@gmail.com

Downloads

Publicado

2019-03-22

Como Citar

SURUÍ, G.; SILVA, A. de A.; RODRIGUEZ, M. I. T. POVO PAITER E AS FERRAMENTAS TECNOLÓGICAS: Uma parceria na luta pela defesa e garantia de seus direitos na Terra Indígena Sete de Setembro. Terr@ Plural, [S. l.], v. 13, n. 1, p. 264–278, 2019. Disponível em: https://revistas.uepg.br/index.php/tp/article/view/11082. Acesso em: 8 ago. 2022.

Edição

Seção

Ensaios