Efeito do uso e ocupação do solo em unidade de conservação, potenciais e impactos: o caso do Parque Estadual de Vila Velha (PR)

Autores

  • Jully Gabriela Retzlaf de Oliveira Universidade Estadual de Londrina - UEL
  • Nilza Aparecida Freres Stipp Universidade Estadual de Londrina - UEL

Resumo

Este trabalho analisa os efeitos do uso e da ocupação do solo no Parque Estadual Vila Velha localizado na região Centro-Leste do Paraná, pertencente ao município de Ponta Grossa. A pesquisa foi realizada na área dos Arenitos, em locais bastante freqüentados por turistas no passado.  Atualmente, são analisadas as alterações ambientais ocorrentes na área devido à intensa atividade turística. Observou-se que, devido à alta taxa de visitação pública, inúmeros problemas ambientais foram acelerados e intensificados. Por outro lado, constatou-se a diversificação da renda dos trabalhadores locais, aumento de serviços no parque e uma incremente disseminação da educação ambiental resgatando valores ligados à proteção de ecossistemas frágeis e o papel das unidades de conservação.

Biografia do Autor

Jully Gabriela Retzlaf de Oliveira, Universidade Estadual de Londrina - UEL

Graduada em Geografia, Especialista em Análise Ambiental e Bolsista da CAPES no Programa de Pós-Graduação em Geografia, Meio Ambiente e Desenvolvimento - Universidade Estadual de Londrina.

Nilza Aparecida Freres Stipp, Universidade Estadual de Londrina - UEL

Professora Doutora do Departamento de Geociências da Universidade Estadual de Londrina.

Downloads

Como Citar

OLIVEIRA, J. G. R. de; STIPP, N. A. F. Efeito do uso e ocupação do solo em unidade de conservação, potenciais e impactos: o caso do Parque Estadual de Vila Velha (PR). Terr@ Plural, [S. l.], v. 1, n. 2, p. 99–110, 2008. Disponível em: https://revistas.uepg.br/index.php/tp/article/view/1155. Acesso em: 5 out. 2022.

Edição

Seção

Artigos