A produção dos espaços periféricos na ação regional a partir da economia solidária

Autores

  • Marcio Mendes Rocha Universidade Estadual de Maringá - UEM

Resumo

O objetivo deste artigo é refletir sobre a produção dos espaços periféricos à luz de uma outra economia, uma economia solidária. Esta temática refere-se a uma ação regional, do ponto de vista geográfico, no âmbito dos estudos populacionais e de mobilidade, no planejamento regional e promove um desenvolvimento local autogerido e autosustentado. Nesta linha de atuação opera o Núcleo Multidisciplinar de Economia Solidária da Universidade Estadual de Maringá (UEM) que utiliza a técnica do Diagnóstico de Potencialidades Produtivas Locais (DPPL). Esta metodologia vincula estudantes e geógrafos em projetos de ensino, com estágio curricular, pesquisa com projetos de Iniciação Científica e de Pós Graduação stricto sensu e extensão com estagiários bolsistas em projetos de extensão.

Biografia do Autor

Marcio Mendes Rocha, Universidade Estadual de Maringá - UEM

Doutor em Geografia Humana USP/SORBONE; PD. UNESP-Rio Claro e Universidad Complutense de Madrid;Prof. Associado do Departamento de Geografia - DGE da Universidade Estadual de Maringá, Coord. Núcleo de Estudos de Mobilidade e Mobilização - NEMO/UEM; Coord. Núcleo de Economia Solidária/UEM.

Downloads

Como Citar

ROCHA, M. M. A produção dos espaços periféricos na ação regional a partir da economia solidária. Terr@ Plural, [S. l.], v. 2, n. 2, p. 241–248, 2009. Disponível em: https://revistas.uepg.br/index.php/tp/article/view/1177. Acesso em: 5 out. 2022.

Edição

Seção

Artigos