Entre transformações e continuidades: o caso da modernização agrícola no noroeste de Minas Gerais. Doi: http://dx.doi.org/10.5212/TerraPlural.v.4i1.019030

Autores

  • Daniel Coelho Oliveira Universidade Estadual de Montes Claros

Resumo

O presente artigo busca analisar as transformações ocorridas na região Noroeste de Minas Gerais, tendo como principal referência o processo de modernização da agricultura brasileira iniciado na década de 1960. A ideia é realizar um resgate das transformações provenientes da industrialização do campo e do que se convencionou chamar de modernização conservadora da agricultura. A abordagem também apresenta as especificidades da política agrícola, suas principais ferramentas e justificativas que diferenciam essa política das demais políticas de intervenção estatal. Enfatiza-se a implementação dessas políticas no Cerrado mineiro, dando destaque para os dois programas que atingiram diretamente a área estudada, o Programa de Desenvolvimento dos Cerrados (POLOCENTRO) e o Programa de Cooperação Nipo-Brasileira para o Desenvolvimento dos Cerrados (PRODECER).

Biografia do Autor

Daniel Coelho Oliveira, Universidade Estadual de Montes Claros

Doutorando em Ciências Sociais pelo CPDA/UFRRJ. Professor do Departamento de Ciências Sociais da Universidade Estadual de Montes Claros - UNIMONTES.

Downloads

Publicado

2010-12-17

Como Citar

OLIVEIRA, D. C. Entre transformações e continuidades: o caso da modernização agrícola no noroeste de Minas Gerais. Doi: http://dx.doi.org/10.5212/TerraPlural.v.4i1.019030. Terr@ Plural, [S. l.], v. 4, n. 1, p. 19–30, 2010. Disponível em: https://revistas.uepg.br/index.php/tp/article/view/1215. Acesso em: 5 out. 2022.

Edição

Seção

Artigos