Análise da Efetividade de Proteção das Unidades de Conservação do estado do Rio de Janeiro

Autores

  • Luana de Almeida Rangel Universidade Federal do Rio de Janeiro
  • Laura Sinay Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro

Palavras-chave:

Conservação da natureza, áreas prioritárias para conservação, política ambiental, Mata Atlântica

Resumo

O Sistema Nacional de Unidades de Conservação foi estabelecido em 2000, e apesar dos inúmeros avanços relacionados à criação de Unidades de Conservação (UCs), ainda é possível verificar que várias delas não foram pensadas sistemicamente, reduzindo a proteção da natureza. Analisamos, a partir da percepção de diferentes atores - gestores, pesquisadores, técnicos - a efetividade de proteção das UCs do estado do Rio de Janeiro. A análise dos resultados permitiu concluir que a efetividade de proteção das UCs é moderada e inúmeros problemas como conflitos fundiários, ausência de infraestrutura e recursos impactam negativamente na efetiva proteção dessas áreas.

Biografia do Autor

Luana de Almeida Rangel, Universidade Federal do Rio de Janeiro

Professora substituta do Departamento de Geografia da UFRJ. Doutora em Geografia pela UFRJ. Especialista em Análise Ambiental e Gestão do Território - ENCE/IBGE. Mestranda em Ecoturismo e Conservação - PPGEC/UNIRIO. Pesquisadora associada do Laboratório de Geomorfologia Ambiental e Degradação dos Solos - LAGESOLOS/UFRJ  

Laura Sinay, Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro

Pesquisadora no Centro de Pesquisas em Sustentabilidade da Universidade da Sunshine Coast (Austrália 2017). doutorado em Geografia Política pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (Brasil 2009-2010), Doutorado em Gestão de Sistemas Naturais, Rurais e Turísticos pela Universidade de Queensland (Austrália, 2008), Mestrado em Psicossociologia de Comunidades e Ecologia Social pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (Brasil 2002) e graduação em Turismo pelas Faculdades Integradas Hélio Alonso (Brasil, 1998). Atualmente é Professora Adjunta do Departamento de Ciências Ambientais do Instituto de Biociências e do Programa de Pós-graduação em Ecoturismo e Conservação da UNIRIO.

Downloads

Publicado

2019-03-22

Como Citar

RANGEL, L. de A.; SINAY, L. Análise da Efetividade de Proteção das Unidades de Conservação do estado do Rio de Janeiro. Terr@ Plural, [S. l.], v. 13, n. 1, p. 106–123, 2019. Disponível em: https://revistas.uepg.br/index.php/tp/article/view/12976. Acesso em: 8 ago. 2022.

Edição

Seção

Artigos