TERRITÓRIOS URBANOS PRECÁRIOS: UMA ANÁLISE DA CIDADE DE CHAPECÓ, SC, BRASIL

Autores

  • Ederson Nascimento Universidade Federal da Fronteira Sul - UFFS
  • João Henrique Zöehler Lemos Universidade Federal da Fronteira Sul - UFFS https://orcid.org/0000-0003-3305-1624

Palavras-chave:

artigo

Resumo

A constituição plena de territórios de moradia que viabilizem condições de vida adequadas é por vezes precarizada devido a fatores que dificultam a apropriação e usufruto do espaço, tais como insuficiência de infraestrutura e serviços essenciais, localização urbana segregada, insegurança jurídica, tensão social, além de características ambientais que impõem riscos à ocupação residencial. Neste artigo são discutidos os fatores relacionados à precarização territorial no espaço urbano no tocante à moradia. Como estudo empírico, apresenta-se uma análise de seis territórios precários na cidade média de Chapecó, cidade que tem se destacado por seu crescimento econômico e intensa urbanização, mas que apresenta marcantes desigualdades socioespaciais.

Biografia do Autor

Ederson Nascimento, Universidade Federal da Fronteira Sul - UFFS

Geógrafo, doutor em Geografia pela Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Professor Adjunto na Universidade Federal da Fronteira Sul (UFFS), campus de Chapecó/SC.

João Henrique Zöehler Lemos, Universidade Federal da Fronteira Sul - UFFS

Mestrando em Geografia na Universidade Federal da Fronteira Sul.

Downloads

Publicado

2019-12-18

Como Citar

NASCIMENTO, E.; LEMOS, J. H. Z. TERRITÓRIOS URBANOS PRECÁRIOS: UMA ANÁLISE DA CIDADE DE CHAPECÓ, SC, BRASIL. Terr@ Plural, [S. l.], v. 14, p. 1–23, 2019. Disponível em: https://revistas.uepg.br/index.php/tp/article/view/13362. Acesso em: 14 ago. 2022.

Edição

Seção

Dossiê Cidades Médias de Hoje e do Futuro v.II - artigos