A reestruturação do sistema de transporte público e a cena headbanger de Belo Horizonte nos anos 1980s.

Palavras-chave: Heavy Metal, mobilidade urbana, cena musical

Resumo

Este estudo analisou de que forma a reestruturação do sistema de
transporte público na cidade de Belo Horizonte colaborou para a expansão territorial
do grupo identitário ligado ao Heavy Metal. A partir das revisões de documentos
do planejamento urbano da RMBH e de trechos de entrevistas realizadas com os
músicos da cena, constatou-se que a mudança da estrutura de mobilidade favoreceu a
aceleração do espraiamento do movimento Heavy Metal, que coincidiu com o período
de popularização e maior acessibilidade a este gênero musical, resultando em uma
nova relação entre os headbangers e o espaço urbano da cidade.

Biografia do Autor

Leonardo Henrique Alves de Lima Nascimento, Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais

Mestrando pelo Programa de Pós Graduação em Geografia - Tratamento da Informação Espacial, da Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais, com bolsa alocada pelo CNPq. Possui graduação em História pela Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais (2019). Experiência acadêmica na área de História, sendo bolsista do Programa de Bolsas de Iniciação Científica (PROBIC) de 02/2017 a 02/2018, com ênfase em História, atuando principalmente nos seguintes temas: território, heavy metal, lugar, resistência e cultura.

Gleyber Eustáquio Calaça Silva, Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais

Mestrando pelo Programa de Pós Graduação em Geografia - Tratamento da Informação Espacial, da Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais, com bolsa alocada pelo CNPq. Graduado em Geografia (Licenciatura e Bacharelado) pela PUC Minas. Possui interesse no estudo da espacialidade do gênero musical Heavy-Metal em diversas escalas, tendo realizado uma pesquisa de iniciação Científica sobre os Territórios do Metal belo-horizontino, tema da dissertação que está sendo desenvolvida junto ao PPGG-TIE.

Alexandre Magno Diniz Alves, Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais

Possui Graduação em Publicidade e Propaganda pela PUCMinas , Mestrado em Geografia - Kansas State University (EUA), Doutorado em Geografia - Arizona State University (EUA) e Pós-Doutorado em Geografia - McGill University (Canadá). Foi pesquisador visitante na Université de Lille (França), Curtin (Austrália) e Texas State University (EUA). Atualmente é professor adjunto IV do Programa de Pós-Graduação em Geografia da PUCMinas.

Paulo Henrique Caetano, Universidade Federal de São João del Rei

Professor Associado da Universidade Federal de São João del-Rei (UFSJ), no Departamento Comunicação Social, leciona no curso de Comunicação Social (Jornalismo), na área de Ciências da Linguagem, e no Programa Interdepartamental de Pós-Graduação Interdisciplinar em Artes, Urbanidades e Sustentabilidade (PIPAUS).

Referências

ABRÃO, J. A. A. Concepções de Espaço Geográfico e Território. Sociedade e Território, Natal, v.22, n.1, p.46-64, 2010.
AZEVEDO, S.; CASTRO, M. M. M. Política de transporte na Região Metropolitana de Belo Horizonte : o papel da Metrobel. Revista de Administração Pública, v. 21, n. 3, p. 82-108, jul./set. 1987.
BELO HORIZONTE, Prefeitura Municipal. Plano de reestruturação do sistema de transporte coletivo de Belo Horizonte BHBUS: Síntese dos estudos e proposições. BHTrans, Belo Horizonte, 1995.
BRASIL. LEI COMPLEMENTAR Nº 14, DE 08 DE JUNHO DE 1973. Formação das regiões metropolitanas de São Paulo, Belo Horizonte, Porto Alegre, Recife, Salvador, Curitiba, Belém e Fortaleza, Brasília,DF, jun 1973. Disponivel em: . Acesso em: 19 abr. 2019.
BRASIL. MINISTÉRIO das Cidades. Curso gestão integrada de mobilidade urbana. Secretária Nacional de Transportes e de Mobilidade Urbana. Brasília, 2006.
CAETANO, Paulo Henrique et all. Mirror, my Mirror. (LP do grupo Witchhammer). Belo Horizonte: Cogumelo Discos: 1990.
CAETANO, Paulo Henrique. As fronteiras de bairros e bares do metal de BH. In: CAETANO, Paulo Henrique; ALVES, Edmar; FARIA, João; RODARTE, Patrícia. Mesa Redonda: Memória, Permanência e Inovação: a cena metal 35 anos depois. 2017. (Conferência na Mostra Metal em Minas).
CALAÇA, G.; NASCIMENTO, L.; DINIZ, A.. Na trilha do metal: a construção de territorialidades das bandas de Heavy Metal em Belo Horizonte nos anos 1980s. Caderno de Geografia, Belo Horizonte, v.28, n.54, p.650-673, 2018.
CALDAS, F; CARMO, L; MENDONÇA, J. Estudos urbanos Belo Horizonte 2008: Transformações recentes na estrutura urbana. PBH, Belo Horizonte, 2008.
CAPELLARI, Marcos Alexandre. O discurso da contracultura no Brasil: o underground através de Luiz Carlos Maciel (c.1970). 256 f. Tese (Doutorado em História) – Programa de Pós-Graduação em História Social da Universidade de São Paulo, São Paulo, 2007.
CLAVAL, P. Geografia Cultural: um balanço. Revista Geografia, Londrina, v.20, n.3, p.5-24, 2011.
CUNHA FILHO, O. V. O sistema de transporte coletivo por ônibus em Belo Horizonte. Revista dos Transportes Públicos, n. 28, p. 47-61, 1985.
FERRARA, Lucrécia D'Alessio. A mobilidade como contradição do espaço urbano. MATRIZez. São Paulo. n1. p. 165-177 jul/dez. 2010
METROBEL. Programa de transporte publico por ônibus- PROBUS: Concepção do sistema. Metrobel, Belo Horizonte, 1981.
NASCIMENTO, L. H. A. DE L.; CALAÇA, G. E.; DINIZ, A. M.; CALVO, J. Heavy Metal Made in Minas Gerais. Cadernos de História, v. 20, n. 32, p. 180, 5 mar. 2020.
OLIVEIRA, M. F. Transporte, privilégio e política: Um estudo sobre a gratuidade no transporte coletivo de Belo Horizonte. Fundação João Pinheiro, Belo Horizonte, 2002
PARREIRAS, Elisabeth Guerra. Belo Horizonte: uma economia de serviços. In.: Cadernos de História. Belo Horizonte: V.8, N. 10, jul-dez/2006. p.p. 110-121.
_____. Cidades da América Latina: Modernas ou modernizadas. In.: Cadernos de História. Belo Horizonte: out/1997. p.p. 49-56.
SATHISAN, S. K.; SRINIVASAN, N. (1998). Evaluation of accessibility of urban transportation networks. Transportation Research Record, n. 1617, p. 78-83. Disponivel em: < https://digitalscholarship.unlv.edu/fac_articles/286/>. Acesso em: 13 jan. 2020.
SIRINO, C. Heavy Metal Brasil na década de 1980: a rebelião headbanger nos subterrâneos da modernidade. Dissertação (Mestrado em Letras) Programa de Pós-graduação em Letras: Cultura, Educação e Linguagens da Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia, Vitória da Conquista, Bahia, 2012.
Publicado
2021-03-31
Seção
Artigos/ Articles