Metodología Para La Caracterización De Paisajes Fluviales: Aplicación A La Cuenca Hidrográfica Del Tajo (España Central). Doi: 10.5212/TerraPlural.v.4i2.0001

Autores

  • Pedro Molina Holgado Univ. Autonoma de Madrid
  • Ana Belén Berrocal MenÁrguez Univ. Politecnica de Madrid

Resumo

Os espaços fluviais são áreas de elevado interesse natural e cultural especial. Há décadas tem sido objeto prioritário em investigações diversas e, mais recentemente, de programas de gestão específicos importantes para a manutenção da diversidade ecológica e paisagística. Como contribuição a compreensão destas áreas de especial valor, este trabalho apresenta uma metodologia para a caracterização de paisagens fluviais. Baseia-se na identificação dos diferentes tipos de paisagens consideradas a partir de 45 itens agrupados em sete grandes categorias. A unidade básica sobre a qual se realiza a caracterização são trechos de rio ou setores fluviais, definidos principalmente em função de critérios morfológicos, hidrológicos ou, em alguns casos, relacionados a fatores antrópicos.

Biografia do Autor

Pedro Molina Holgado, Univ. Autonoma de Madrid

Depto de Geografia

área de pesquisa - avaliação de paisagens fluviais

Ana Belén Berrocal MenÁrguez, Univ. Politecnica de Madrid

Depto de Engenharia -

área de pesquisa: hidrologia

Downloads

Publicado

2011-11-05

Como Citar

MOLINA HOLGADO, P.; BERROCAL MENÁRGUEZ, A. B. Metodología Para La Caracterización De Paisajes Fluviales: Aplicación A La Cuenca Hidrográfica Del Tajo (España Central). Doi: 10.5212/TerraPlural.v.4i2.0001. Terr@ Plural, [S. l.], v. 4, n. 2, p. 141–162, 2011. Disponível em: https://revistas.uepg.br/index.php/tp/article/view/1859. Acesso em: 29 set. 2022.