MOBILIDADES HUMANAS E INTERAÇÕES SOCIAIS ENTRE COMUNIDADES RURAIS NA FRONTEIRA BRASIL-BOLÍVIA

Autores

  • Edgar Aparecido Costa UFMS
  • Vania Oliveira Sabatel AGRAER

Resumo

Neste trabalho analisamos as posturas de alguns intelectuais sobre o significado da reforma agrária nas últimas décadas. Estas análises vão desde aquelas que a consideram geradoras de mudanças estruturais na sociedade até as que a defendem como uma medida que fomentaria o capitalismo. Alguns consideram ter neutralidade em suas posições, outros admitem que política e produção teórica não se separam. É neste emaranhado de abordagens e concepções que o conceito tem sido tratado por teóricos, inseridos na academia ou não. Conhecer este debate é de fundamental importância para entendermos os posicionamentos de governos e instituições, já que muitos desses intelectuais acabam influenciando-os de alguma forma. A produção teórica é um elemento de grande relevância para a discussão sobrea desconcentração de terra e poder em um determinado país.

Downloads

Publicado

2014-12-11

Como Citar

COSTA, E. A.; SABATEL, V. O. MOBILIDADES HUMANAS E INTERAÇÕES SOCIAIS ENTRE COMUNIDADES RURAIS NA FRONTEIRA BRASIL-BOLÍVIA. Terr@ Plural, [S. l.], v. 8, n. 1, p. 13–35, 2014. Disponível em: https://revistas.uepg.br/index.php/tp/article/view/4654. Acesso em: 6 out. 2022.

Edição

Seção

Artigos