HISTÓRIA, QUADRINHOS E IDEOLOGIA: O COMPLEXO INDUSTRIAL-MILITAR EM THE BOYS.

Autores

  • Janaina De Paula do Espírito Santo UEPG/UFG
  • Lucas Patschiki UNIOESTE

Resumo

Neste artigo iremos abordar as relações entre o Estado, a iniciativa privada no complexo industrial-militar, a partir do quadrinho The boys (em português Os rapazes) escrita por Garth Ennis e desenhada por Darick Robertson, especificamente o arco I tell you no lie G.I. (em português Eu não conto mentiras soldado) números 19 até 22 da série, lançados em 2008 pela editora Dynamite Entertainment, que dá conta do desenvolvimento do complexo industrial-militar estadunidense na segunda metade do século XX. Exploraremos como as percepções históricas e sociais veiculadas por este produto cultural pode servir para desvelar as relações de expropriação, exploração e dominação que perpassam este processo histórico, buscando também refletir sobre as relações entre os quadrinhos, um produto da indústria cultural, e a ideologia na produção de discursos críticos sobre a realidade social.

Biografia do Autor

Janaina De Paula do Espírito Santo, UEPG/UFG

Licenciada em História. Mestre em Educação UFPR. Doutoranda em História UFG. Professora do Departamento de História UEPG. Pesquisadora dos grupos de pesquisa CNPQ "ABC das Diversidades" da UFABC, do "Grupo de Estudos em Didática da História" da UEPG e "Didática da História e Educação Histórica" da UFG.

 

Lucas Patschiki, UNIOESTE

Bacharel em História. Mestre em História UNIOESTE. Pesquisador do grupo de pesquisa CNPQ "Estado e poder" da UNIOESTE. Graduando em Ciência Sociais UFPR.

Downloads

Publicado

2014-12-11

Como Citar

DE PAULA DO ESPÍRITO SANTO, J.; PATSCHIKI, L. HISTÓRIA, QUADRINHOS E IDEOLOGIA: O COMPLEXO INDUSTRIAL-MILITAR EM THE BOYS. Terr@ Plural, [S. l.], v. 8, n. 1, p. 145–164, 2014. Disponível em: https://revistas.uepg.br/index.php/tp/article/view/5183. Acesso em: 1 out. 2022.

Edição

Seção

Artigos