Histórico e evolução do conhecimento sobre a paleoflora do Devoniano na Bacia do Paraná. DOI: 10.5212/TerraPlural.v.7iEspecial.0003

Autores

  • Willian Mikio Kurita Matsumura Universidade Federal do Rio Grande do Sul
  • Roberto Iannuzzi Universidade Federal do Rio Grande do Sul
  • Elvio Pinto Bosetti Universidade Estadual de Ponta Grossa

Resumo

Nos últimos anos, a execução de trabalhos de campo no município de Tibagi-PR, têm possibilitado a prospecção de fitofósseis bem preservados na Formação São Domingos (Bacia do Paraná), resgatando o interesse científico da paleobotânica nesta unidade. O presente trabalho objetivou caracterizar a evolução do conhecimento sobre a paleoflora devoniana da Bacia do Paraná, com base no histórico das pesquisas no Brasil e apresentar as perspectivas futuras a partir de novos achados em seções recentemente levantadas do Devoniano Médio no estado do Paraná. Foram identificados e descritos três táxons ocorrentes nos afloramentos Sítio Wolff e Itáytyba (Formação São Domingos), a saber: Spongiophyton, Palaeostigma e Haplostigma. A continuidade das pesquisas com este material fóssil pode colaborar na compreensão nos estudos evolutivos e paleoecológicos das plantas, além de fornecer dados relevantes para interpretações dos sistemas deposicionais e reconstituições paleofitogeográficas.

Downloads

Publicado

2014-02-20

Como Citar

MATSUMURA, W. M. K.; IANNUZZI, R.; BOSETTI, E. P. Histórico e evolução do conhecimento sobre a paleoflora do Devoniano na Bacia do Paraná. DOI: 10.5212/TerraPlural.v.7iEspecial.0003. Terr@ Plural, [S. l.], v. 7, p. 25–42, 2014. Disponível em: https://revistas.uepg.br/index.php/tp/article/view/5432. Acesso em: 1 out. 2022.