John Mason Clarke e os lingulídeos e discinídeos dos estratos devonianos da Bacia do Paraná, estado do Paraná, Brasil estado da arte. DOI: 10.5212/TerraPlural.v.7iEspecial.0004

Autores

  • Carolina Zabini Universidade Federal do Rio Grande do Sul
  • Jeanninny Carla Comniskey Universidade de São Paulo
  • Elvio Pinto Bosetti Universidade Estadual de Ponta Grossa

Resumo

John Mason Clarke descreveu as espécies de lingulídeos ocorrentes nos estratos devonianos da Bacia do Paraná, e comparou-as com outras espécies ocorrentes no atual hemisfério norte. Clarke (1913) propôs duas novas espécies de discinídeos e quatro de lingulídeos infaunais. O presente trabalho resgata a memória de Clarke e retrata o estado da arte dos lingulídeos do devoniano paranaense. Atualmente reconhecem-se, além de Orbiculoidea sp. dois novos gêneros de discinídeos (Rugadscina sp. e Gigadiscina sp.) ocorrentes nos estratos devonianos. Já a sistemática dos lingulídeos infaunais permanece em aberto, uma vez que o gênero Lingula não é mais considerado paleozoico. Tanto discinídeos quanto lingulídeos infaunais apresentam assinaturas tafonômicas que retratam relações ecológicas com outros grupos animais. Discinídeos são, por vezes, encontrados incrustrados por briozoários e lingulídeos podem apresentar perfurações em sua carapaça. Em relação à tafonomia, os discinídeos podem ser encontrados isolados (com valvas inteiras articuladas, e inteiros desarticulados e/ ou ainda fragmentados),representando ambientes deshoreface e offshore, ou agrupados em ambientes de shoreface proximal a distal. Já os lingulídeos infaunais ocorrem em posição de vida principalmente em ambientes de foreshore, sendo que o grau de articulação diminui ao longo do perfil batimétrico (mais para o fundo) e a fragmentação aumenta ao longo do referido perfil.

Biografia do Autor

Carolina Zabini, Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Graduação em Ciências Biológicas, Mestrado em Geociências, Área de concentração em Paleontologia, Doutorado em Ciências, área de concentração em Paleontologia.

Downloads

Publicado

2014-02-20

Como Citar

ZABINI, C.; COMNISKEY, J. C.; BOSETTI, E. P. John Mason Clarke e os lingulídeos e discinídeos dos estratos devonianos da Bacia do Paraná, estado do Paraná, Brasil estado da arte. DOI: 10.5212/TerraPlural.v.7iEspecial.0004. Terr@ Plural, [S. l.], v. 7, p. 43–58, 2014. Disponível em: https://revistas.uepg.br/index.php/tp/article/view/5809. Acesso em: 12 ago. 2022.