O ESPAÇO MÚLTIPLO DAS COMUNIDADES: O CASO DA COMUNIDADE RURAL QUILOMBOLA DE SANTA CRUZ EM PONTA GROSSA - PR

Autores

  • Ana Paula Aparecida Ferreira Alves Universidade Federal do Paraná

Palavras-chave:

comunidade, multiplicidade, tradicional

Resumo

Este artigo apresenta uma abordagem pensada a partir das múltiplas experiências vividas e praticadas pelos indivíduos comunitários superando a noção clássica de comunidades vinculadas à homogeneidade aparente dos discursos.  Apesar das conquistas obtidas pelas comunidades tradicionais principalmente referentes à questão fundiária, os estudos que vem sendo realizados, tendem, mesmo que indiretamente, a projetar o caráter limitante da fixidez imposta pelo Estado a partir destas políticas. Elementos da pesquisa realizada na comunidade rural quilombola de Santa Cruz em Ponta Grossa-PR, demonstram como as distintas percepções indicam esta multiplicidade, descaracterizando o discurso predominante da homogeneidade.

Biografia do Autor

Ana Paula Aparecida Ferreira Alves, Universidade Federal do Paraná

Doutoranda no Programa de Pós Graduação em Geografia da Universidade Federal do Paraná

Downloads

Publicado

2015-06-25

Como Citar

FERREIRA ALVES, A. P. A. O ESPAÇO MÚLTIPLO DAS COMUNIDADES: O CASO DA COMUNIDADE RURAL QUILOMBOLA DE SANTA CRUZ EM PONTA GROSSA - PR. Terr@ Plural, [S. l.], v. 8, n. 2, p. 409–421, 2015. Disponível em: https://revistas.uepg.br/index.php/tp/article/view/6498. Acesso em: 5 out. 2022.

Edição

Seção

Artigos