A REFORMA AGRÁRIA E AS DIFERENTES FORMAS DE PRODUZIR

Autores

  • janice costa da silva fauro Universidade Estadual de Maringá
  • Elpídio Serra Universidade Estadual de Maringá.

Resumo

A Cooperativa de Produção Agropecuária Vitória (COPAVI), localizada no município de Paranacity, é uma experiência de assentamento rural constituída no trabalho coletivo sob uma modalidade de cooperativismo que alcançou êxito. O que o diferencia dos demais assentamentos é que a maioria dos trabalhadores, ao alcançarem o acesso à terra pela reforma agrária, tende a explorá-la individualmente. A COPAVI adota um minucioso planejamento, priorizando atividades no coletivo. A produção é organizada conforme a capacidade de mão de obra, de matéria-prima e, sobretudo, a demanda do mercado. A prioridade atual é a produção para o autoconsumo. Já para a comercialização, o atual enfoque é o dos derivados da cana-de-açúcar: açúcar, mascavo e aguardente, por conta de esses produtos estarem dando um maior retorno econômico. As informações foram obtidas mediante um trabalho de campo, e a partir de conversa informal com um dos membros associados do assentamento. A questão agrária e as diferentes formas de produzir no espaço agrário é o que se procurou abordar nesse trabalho.

Biografia do Autor

janice costa da silva fauro, Universidade Estadual de Maringá

Doutoranda do Programa de Pós Graduação em Geografia- UEM

Elpídio Serra, Universidade Estadual de Maringá.

Docente do Programa de Pós Graduação.

Publicado

2017-02-21

Como Citar

FAURO, janice costa da silva; SERRA, E. A REFORMA AGRÁRIA E AS DIFERENTES FORMAS DE PRODUZIR. Terr@ Plural, [S. l.], v. 10, n. 2, p. 219–229, 2017. Disponível em: https://revistas.uepg.br/index.php/tp/article/view/8248. Acesso em: 10 ago. 2022.

Edição

Seção

Artigos