Biogeografia de formações vegetais: condicionantes de um encrave vegetacional (Campo do Veludo). Parque Estadual do Rio Turvo, Barra do Turvo, SP

Autores

  • Gustavo Luis Schacht USP

Palavras-chave:

Biogeografia ecológica. Sphagnum. Relictos. Vale do Ribeira.

Resumo

O Parque Estadual do Rio Turvo (PERT) localiza-se no extremo sul do estado de São Paulo. Nesta região protegida, encontra-se o Campo do Veludo, uma formação fisionômica e floristicamente diferente da flora dominante. A espécie predominante no local é a forma nanificada de Psidium cattleianum, com até 1,40 metros de altura. Este estudo teve como objetivo levantar dados florísticos e pedológicos da área e propor uma explanação para sua presença no local. Desta forma, depreendeu-se que a formação do Campo do Veludo apresenta grande controle edáfico por solos quartzarênicos e espodossólicos e sugere-se sua classificação como Relíquia/Encrave de vegetação nanificada sobre Quartzito. Desta maneira sustentamos a hipótese de que o Campo do Veludo pode ser classificado como uma relíquia vegetal resultante de alterações paleoclimáticas recentes, somado às condições pedológicas e geomorfológicas locais

Downloads

Publicado

2017-02-24

Como Citar

SCHACHT, G. L. Biogeografia de formações vegetais: condicionantes de um encrave vegetacional (Campo do Veludo). Parque Estadual do Rio Turvo, Barra do Turvo, SP. Terr@ Plural, [S. l.], v. 10, n. 1, p. 47–60, 2017. Disponível em: https://revistas.uepg.br/index.php/tp/article/view/9663. Acesso em: 30 set. 2022.

Edição

Seção

Artigos