DINÂMICA DO ESPAÇO REGIONAL EM RONDÔNIA: DO AGRONEGÓCIO DA SOJA EM VILHENA À ECONOMIA URBANO-INDUSTRIAL EM PORTO VELHO

Autores

  • Francisco de Assis Silva Medeiros UNIR

Palavras-chave:

Espaço. Agronegócio. Indústria. Usina hidrelétrica

Resumo

Identificam-se três períodos distintos na reprodução do espaço geográfico através da teorização de Santos (2004a), com a devida aplicação por Silva (2013; 2014) na ocupação socioespacial em Rondônia. O primeiro destaca-se pelo período pré-técnico a metade do século XX, que qualifica-o como o meio natural. O segundo período, nomeado como meio técnico, é caracterizado pela colonização agrícola e estende-se de 1970 até meados da década de 1990. E o terceiro período é dado pela presença do meio técnico-científico-informacional na constituição do espaço. Essa interrelação produziram cidades e guiam a reestruturação socioespacial: do agronegócio da soja em Vilhena e os circuitos produtivos industriais vinculados à construção das hidrelétricas do Rio Madeira em Porto Velho.

Downloads

Publicado

2017-03-09

Como Citar

MEDEIROS, F. de A. S. DINÂMICA DO ESPAÇO REGIONAL EM RONDÔNIA: DO AGRONEGÓCIO DA SOJA EM VILHENA À ECONOMIA URBANO-INDUSTRIAL EM PORTO VELHO. Terr@ Plural, [S. l.], v. 9, n. 2, p. 180–201, 2017. Disponível em: https://revistas.uepg.br/index.php/tp/article/view/9720. Acesso em: 2 out. 2022.

Edição

Seção

Artigos