Uma década do Curso de Serviço Social na Unila: formação profissional, desafios e perspectivas

Conteúdo do artigo principal

Filipe Silva Neri
https://orcid.org/0000-0002-0395-9423
Maria Geusina da Silva
Juliana Domingues
Leonardo Lucas da Silva de Sousa

Resumo

Este artigo oferece uma análise abrangente da formação em Serviço Social na Universidade Federal da Integração Latino-Americana (UNILA) ao longo de uma década. Examina-se o desenho curricular, com foco na matriz curricular, no estágio, bem como os projetos de pesquisa, extensão e a produção de conhecimento por meio dos trabalhos de conclusão de curso. Além disso, são analisados dados relacionados ao ingresso e à situação acadêmica dos estudantes. A matriz curricular, essencial para a formação de assistentes sociais, é discutida em relação ao perfil do egresso e ao direcionamento teóricometodológico, ético-político, técnico-operativo, interventivo e investigativo. O estágio, parte intrínseca da formação, é examinado quanto à sua relevância na preparação dos estudantes para o exercício profissional. Os projetos de ensino, pesquisa e extensão coordenados por docentes do curso refletem uma diversidade de tópicos e áreas de atuação. A produção de conhecimento, por meio dos trabalhos de conclusão de curso, abrange uma ampla gama de temas, refletindo o compromisso dos estudantes com questões relevantes na América Latina e Caribe. Os dados relacionados ao ingresso de estudantes revelam desafios em termos de retenção e taxa de conclusão. Concluímos que é crucial a implementação de medidas para melhorar a qualidade do curso e o suporte aos estudantes, visando proporcionar uma educação superior de alta qualidade e formar profissionais éticos e capacitados. 

Métricas

Carregando Métricas ...

Detalhes do artigo

Como Citar
SILVA NERI, F.; DA SILVA, M. G.; DOMINGUES, J.; DA SILVA DE SOUSA, L. L. Uma década do Curso de Serviço Social na Unila: formação profissional, desafios e perspectivas. Emancipação, Ponta Grossa - PR, Brasil., v. 24, p. 1–21, 2024. DOI: 10.5212/Emancipacao.v.24.2422521.012. Disponível em: https://revistas.uepg.br/index.php/emancipacao/article/view/22521. Acesso em: 14 jul. 2024.
Seção
Formação profissional e Serviço Social: trajetórias históricas e perspectivas de futuro no âmbito do ensino, pesquisa e extensão nas Instituições de Ensino Superior no Paraná.
Biografia do Autor

Filipe Silva Neri, Universidade Federal de Alagoas - UFAL

Doutorando em Serviço Social pela Universidade Federal de Alagoas (UFAL). Mestre em Serviço Social e Política Social pela Universidade Estadual de Londrina (UEL). Especialista em Gestão em Saúde e Bacharel em Serviço Social pela Universidade Federal da Integração Latino-Americana (UNILA). E-mail:  filipe.neri07@gmail.com.

Maria Geusina da Silva, Universidade Federal da Integração Latino-Americana - UNILA

Doutora em Serviço Social pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUC/RS). Mestre em Serviço Social pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Bacharel em Serviço Social pela Universidade Estadual do Oeste do Paraná (UNIOESTE). Docente do curso de graduação em Serviço Social na Universidade Federal da Integração Latino-Americana (UNILA). E-mail: maria.silva@unila.edu.br

Juliana Domingues, Universidade Federal da Integração latino-Americana -UNILA

Doutora em Política Social e Direitos Humanos pela Universidade Católica de Pelotas (UCPel). Mestre em Planejamento, Gestão e Avaliação de Políticas Públicas pela Universidade do Vale do Itajaí (UNIVALI) Bacharel em Serviço Social. Docente do curso de graduação em Serviço Social na Universidade Federal da Integração Latino-Americana (UNILA). E-mail: juliana.domingues@unila.edu.br.

Leonardo Lucas da Silva de Sousa, Universidade Federal do Paraná (UFPR)

Doutorando em Serviço Social pela Universidade Estadual de Londrina (UEL). Mestre em Saúde Pública em Região de Fronteira pela Universidade Estadual do Oeste do Paraná (UNIOESTE). Bacharel em Serviço Social pela Universidade Federal da Integração Latino-Americana (UNILA). E-mail: withlucas@gmail.com.

Referências

ABEPSS. Associação Brasileira de Ensino e Pesquisa em Serviço Social. Diretrizes gerais para o curso de serviço social. Cadernos Abess, São Paulo: Cortez, n. 7, 1997. ABEPSS. Associação Brasileira de Ensino e Pesquisa em Serviço Social. Diretrizes Curriculares elaboradas pela equipe de especialistas de 1999.

CARA. Daniel. Contra a barbárie, o direito à educação. In: CÁSSIO, Fernando (Ed.). Educação contra a barbárie: por escolas democráticas e pela liberdade de ensinar. Boitempo Editorial, 2019.

CFESS. Conselho Federal de Serviço Social. RESOLUÇÃO CFESS Nº 533, de 29 de setembro de 2008. Regulamenta a SUPERVISÃO DIRETA DE ESTÁGIO no Serviço Social. Disponível em: http://www.cfess.org.br/arquivos/Resolucao533.pdf. Acesso em: 18 set. 2023.

CNE. Conselho Nacional de Educação. RESOLUÇÃO CNE/CES 15, DE 13 DE MARÇO DE 2002. Estabelece as Diretrizes Curriculares para os cursos de Serviço Social. Disponível em: http://portal.mec.gov.br/cne/arquivos/pdf/CES152002.pdf. Acesso em: 18 set. 2023.

FARE, Mónica de la. SANTOS, Simone Valdete dos. SCHNEIDER, Cristiane. GONÇALVES. Andréa Ribeiro. A universidade e a educação de jovens e adultos no Brasil: espaços distantes?. In: MACIEL, Ana Lúcia Suarez. FARE, Mónica de La. (org.). Educação Superior e formação: olhares desde o sul. Curitiba. CRV. 2021.

FORTUNA, S. L. A. e GUEDES, O. S. A produção do conhecimento e o projeto ético-político do serviço social. Revista Katálysis vol. 23 no.1, jan./abr. 2020 - SERVIÇO SOCIAL: formação, trabalho profissional e tendências teóricas contemporâneas, disponível em https://periodicos.ufsc.br/index.php/katalysis/issue/view/3009.

NERI, Filipe Silva. SILVA, Ana Beatriz Ribeiro da. FERREIRA, Laura Noveli. TORRES, Mabel Mascarenhas. Formação em tempos de pandemia: desafios para o serviço social. In: VIII Seminário de Políticas Sociais no Mercosul - SEPOME / (Novas) demandas e (novos) desafios em tempos de pandemia: resumos , de 08 a 10 de novembro de 2021 (8: 2021: Pelotas, RS). – Pelotas: UCPEL, 2021.

NERI, Filipe Silva. TORRES, Mabel Mascarenhas. O exercício profissional de assistentes sociais: os caminhos da formação profissional em tempo de pandemia. In: TORRES et al., (org.). O trabalho de assistentes sociais: entre tensões e desafios. 1 ed. Curitiba. 2022. p.21-42.

OLIVEIRA, Cirlene Aparecida Hilário da Silva. Estágio supervisionado curricular em Serviço Social: elementos para reflexão. Temporalis, Brasília-DF, ano, v. 9, p. 99- 110, 2009.

PORTES, Lorena Ferreira. et al. A produção de conhecimento sobre a formação profissional em Serviço Social: concepção de formação e as tendências presentes. In.: Anais do III Congresso Internacional de Política Social e Serviço Social: Desafios Contemporâneos. UEL. Londrina/PR. 2019. Disponível em: https://www.congressoservicosocialuel.com.br/trabalhos2019/assets/4604-230723- 35737-2019-04-02-artigo-congresso-2019.pdf. Acesso em 18 set. 2023.

SANTOS, Catarina de Almeida. Educação a distância: tensões entre expansão e qualidade. In: CÁSSIO, Fernando (Ed.). Educação contra a barbárie: por escolas democráticas e pela liberdade de ensinar. Boitempo Editorial, 2019.

SOUZA, Tatiana de Lima. AS CONTRIBUIÇÕES DA MONITORIA PARA A FORMAÇÃO PROFISSIONAL EM SERVIÇO SOCIAL. In: Congresso Brasileiro de Assistentes Sociais 2019. 2019. Disponível em: https://broseguini.bonino.com.br/ojs/index.php/CBAS/article/view/1232. Acesso em: 13 out. 2023.

UNILA. Universidade Federal da Integração Latino-Americana. Projeto Pedagógico do Curso de Graduação em Serviço Social. Disponível em: https://portal.unila.edu.br/graduacao/servico-social/ppc. Acesso em: 18 set. 2023.

UNILA. Universidade Federal da Integração latino-Americana. UNILA é a instituição brasileira de ensino superior que mais atrai estudantes estrangeiros. Disponível em: https://portal.unila.edu.br/noticias/unila-e-a-instituicao-brasileira-de-ensino-superior-que-mais-atrai-estudantes-estrangeiros. Acesso em 18 set. 2023.