Serviço Social e seus fundamentos: uma experiência de educação permanente em uma universidade estadual do Paraná

Conteúdo do artigo principal

Lorena Ferreira Portes
https://orcid.org/0000-0003-1610-9388
Melissa Ferreira Portes
https://orcid.org/0000-0002-1422-4115
Evelyn Secco Faquin
https://orcid.org/0000-0003-3322-8741
Mabel Mascarenhas Torres
https://orcid.org/0000-0002-2644-8255

Resumo

O artigo aqui apresentado tem como objetivo expor a sistematização de uma experiência de educação permanente executada no ano de 2021, em uma universidade pública do estado do Paraná, cujo tema foram os fundamentos do Serviço Social, associada a um projeto com ênfase no ensino, cujo objetivo foi propiciar a  qualificação do processo formativo de assistentes sociais e estudantes de Serviço Social, contribuindo para o aprimoramento do exercício profissional. A referida experiência foi executada por meio de ações de caráter político-pedagógico, sob o formato de um curso de  extensão, abarcando um levantamento do perfil dos/as participantes, o planejamento e a distribuição de conteúdo, os procedimentos pedagógicos utilizados, assim como a execução e avaliação da proposta. Quanto aos resultados,  identificou-se que a discussão qualificada sobre os  fundamentos é essencial para a formação dos/as  assistentes sociais, possibilitando que estudantes e  profissionais apreendam sua importância para o  entendimento do lugar ocupado pelo Serviço Social na  divisão social do trabalho, sua natureza interventiva e o seu reconhecimento como área de conhecimento.

Métricas

Carregando Métricas ...

Detalhes do artigo

Como Citar
PORTES, L. F.; FERREIRA PORTES, M.; SECCO FAQUIN, E.; MASCARENHAS TORRES, M. Serviço Social e seus fundamentos: uma experiência de educação permanente em uma universidade estadual do Paraná. Emancipação, Ponta Grossa - PR, Brasil., v. 24, p. 1–23, 2024. DOI: 10.5212/Emancipacao.v.24.2422714.014. Disponível em: https://revistas.uepg.br/index.php/emancipacao/article/view/22714. Acesso em: 14 jul. 2024.
Seção
Formação profissional e Serviço Social: trajetórias históricas e perspectivas de futuro no âmbito do ensino, pesquisa e extensão nas Instituições de Ensino Superior no Paraná.
Biografia do Autor

Lorena Ferreira Portes, Universidade Estadual de Londrina - UEL

Doutora em Serviço Social e Política Social pelo Programa de Pós Graduação em Serviço Social e Política Social da Universidade Estadual de Londrina (UEL). Mestre em Educação pela Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG). Graduada em Serviço Social pela Faculdades Integradas Espírita. Professora do Departamento de Serviço Social e do Programa de Pós Graduação em Serviço Social e Política Social da UEL. E-mail: lorenafportes@gmail.com.

Melissa Ferreira Portes, Universidade Estadual de Londrina - UEL

Doutora em Serviço Social e Política Social pelo Programa de Pós Graduação em Serviço Social e Política Social da Universidade Estadual de Londrina (UEL). Mestre em Educação pela Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG). Graduada em Serviço Social e Complementação Pedagógica Em História pela Faculdades Integradas Espírita. Professora do Departamento de Serviço Social e do Programa de Pós Graduação em Serviço Social e Política Social da UEL. E-mail: melissaportes2010@gmail.com.

Evelyn Secco Faquin, Universidade Estadual de Londrina - UEL

Doutora em Serviço Social pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP). Mestrado em Serviço Social e Política Social pela Universidade Estadual de Londrina (UEL). Graduada em Serviço Social pela UEL. Professora Adjunta do Departamento de Serviço Social e do Programa de Pós-Graduação em Serviço Social e Política Social da Universidade Estadual de Londrina. E-mail: evelynseccofaquin@gmail.com.

 

Mabel Mascarenhas Torres, Universidade Estadual de Londrina - UEL

Doutora e Mestre em Serviço Social pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP).Graduada em Serviço Social pela Universidade Federal do Rio de Janeiro. Professora associada do Departamento de Serviço Social e do Programa de Pós Graduação em Serviço Social e Política Social da UEL. E-mail: mmtorres@uel.br.

Referências

ABEPSS, Associação Brasileira de Ensino e Pesquisa em Serviço Social. Diretrizes Curriculares Gerais para o Curso de Serviço Social. Rio de janeiro: ABEPSS, 1996. Disponível em: https://www.abepss.org.br/arquivos/textos/documento_201603311138166377210.pdf. Acesso em: 1 out. 2023.

ABRAMIDES, M. B. C. 80 anos de Serviço Social no Brasil: organização política e direção social da profissão no processo de ruptura com o conservadorismo. Serviço Social & Sociedade, São Paulo, n. 127, p. 456-475, set./dez. 2016. Disponível em: https://www.scielo.br/j/sssoc/a/sdGtjJNHNJQrfKn5zZKf4Sd/abstract/?lang=pt. Acesso em: 1 out. 2023.

CFESS, Conselho Federal de Serviço Social. Código de Ética do/a Assistente Social e Lei 8662/93. Brasília: CFESS, 2012. Disponível em: https://www.cfess.org.br/arquivos/CEP_CFESS-SITE.pdf. Acesso em: 1 out. 2023.

CFESS, Conselho Federal de Serviço Social. Política de Educação Permanente do Conjunto CFESS-CRESS. Brasília: CFESS, 2012. Disponível em: http://www.cfess.org.br/arquivos/BROCHURACFESS_POL-EDUCACAO-PERMANENTE.pdf. Acesso em: 19 out. 2023.

CHASIN, J. Estatuto Ontológico e Resolução Metodológica (escrito inicialmente publicado como posfácio do livro “Pensando com Marx” de F. J. S. Teixeira, São Paulo: Editora Ensaio, 1995). São Paulo: Boitempo, 2009.

FERNANDES, R. M. C. Educação permanente nas situações de trabalho de assistentes sociais. Trabalho, Educação e Saúde, Rio de Janeiro, v. 10, n. 3, p. 481-505, nov. 2012. Disponível em: https://www.scielo.br/j/tes/a/XLMkCJ6vBWtftBB39ycXdXB/?format=pdf&lang=pt. Acesso em: 21 set. 2023.

FERNANDES, R. M. C. Educação permanente: um desafio para o Serviço Social. Revista Textos & Contextos, Porto Alegre, v. 6, n. 1, p. 207-218, jan./jun. 2007. Disponível em: https://revistaseletronicas.pucrs.br/ojs/index.php/fass/article/view/1055/3241. Acesso em: 21 set. 2023.

FORTI, V.; GUERRA, Y. "Na prática a teoria é outra?". In: FORTI, V.; GUERRA, Y. (org.). Serviço Social: temas, textos e contextos: Coletânea Nova de Serviço Social. 4. ed. Rio de Janeiro: Lumen Juris, 2013. p. 3-22.

GUERRA, Y. A dimensão teórico-metodológica no trabalho de assistentes sociais. In: HORST, C. H. M.; ANACLETO, T. F. M.; CRESS/MG, Conselho Regional de Serviço Social de Minas Gerais (org.). A Dimensão técnica-operativa no trabalho de assistentes sociais. Belo Horizonte: CRESS/MG, 2023. p. 43-57. Disponível em: https://cress-mg.org.br/wp-content/uploads/2023/06/Livro-CRESS-MG-_-A-dimensa%CC%83o-te%CC%81cnico-operativa-no-trabalho-de-assistentes-sociais-.pdf. Acesso em: 18 out. 2023.

GUERRA, Y. Consolidar avanços, superar limites e enfrentar desafios: os fundamentos de uma formação profissional crítica. In: GUERRA, Y. et al, (org.). Serviço Social e seus Fundamentos: conhecimento e crítica. Campinas: Papel Social, 2018. p. 25-46.

HILLESHEIM, J. Marxismo e Serviço Social: palestra do Professor José Paulo Netto. Katálysis, Florianópolis, v. 25, n. 3, p. 1-14, set./dez. 2022. Disponível em: https://www.scielo.br/j/rk/a/FYwqcMX6bWgFvHJJKpQmyws/#. Acesso em: 9 out. 2023.

IAMAMOTO, M. V. A formação acadêmico-profissional no Serviço Social brasileiro. Serviço Social & Sociedade, São Paulo, n. 120, p. 609-639, out./dez. 2014. Disponível em: https://www.scielo.br/j/sssoc/a/t7jmcDg9vPQG3bhmz3WTPCs/?format=pdf&lang=pt.Acesso em: 9 out. 2023.

IAMAMOTO, M. V. O Serviço Social na cena contemporânea. In: CFESS, Conselho Federal de Serviço Social; ABEPSS, Associação Brasileira de Ensino e Pesquisa em Serviço Social (org.). Serviço Social: direitos e competências profissionais. Brasília: CFESS/ABEPSS, 2009. p. 15-50.

IAMAMOTO, M. V. Projeto Profissional, espaços ocupacionais e trabalho do(a) Assistente Social na atualidade. In: CFESS, Conselho Federal de Serviço Social. Atribuições privativas do/a assistente social em questão. Brasília: CFESS, 2012. p. 33-74. Disponível em: http://www.cfess.org.br/arquivos/atribuicoes2012-completo.pdf. Acesso em: 10 ago. 2023.

IAMAMOTO, M. V. O Serviço Social na Contemporaneidade: trabalho e formação profissional. São Paulo: Cortez, 1998.

IAMAMOTO, M. V. Renovação e Conservadorismo no Serviço Social: ensaios críticos. 9. ed. São Paulo: Cortez, 2007.

NASCIMENTO, C. C. S.; OLIVEIRA, C. M. Educação Permanente e Serviço Social: apontamentos sobre a formação profissional. Temporalis, Brasília, v. 16, n. 31, p. 133-166, jan./jun. 2016. Disponível em: https://periodicos.ufes.br/temporalis/article/view/12321. Acesso em: 21 set. 2023.

NETTO, J. P. O Serviço Social e a tradição marxista. Serviço Social & Sociedade, São Paulo, n. 30, p. 89-102, 1989.

NETTO, J. P. Teoria, método e história na formação profissional. Cadernos Abess: O processo de formação do Assistente Social, São Paulo, n. 1, p. 43-61, 1986.

NETTO, J. P. Capitalismo Monopolista e Serviço Social. São Paulo: Cortez, 1992.

SOUZA, J. M. A. O sincretismo no Serviço Social: uma abordagem ontológica. In: MOTA, A. E.; AMARAL, A. (org.). Cenários, contradições e pelejas do Serviço Social brasileiro. São Paulo: Cortez, 2016. p. 113-144.

YAZBEK, M. C. Fundamentos históricos e teórico-metodológicos do Serviço Social. In: CFESS, Conselho Federal de Serviço Social; ABEPSS, Associação Brasileira de Ensino e Pesquisa em Serviço Social (org.). Serviço Social: direitos e competências profissionais. Brasília: CFESS/ABEPSS, 2009. p. 143-163.

YAZBEK, M. C. Fundamentos históricos e teórico-metodológicos e as tendências contemporâneas no Serviço Social. In: GUERRA, Y. et al, (org.). Serviço Social e seus Fundamentos: conhecimento e crítica. Campinas: Papel Social, 2018. p. 47-84.