Estratégias de referência popular nas eleições municipais de Ponta Grossa/PR em 2020: um debate da folkcomunicação política no contexto local

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5212/RIF.v.20.i45.0009

Palavras-chave:

Folkcomunicação política, Eleições municipais 2020, Cultura popular

Resumo

Ao enfocar as estratégias de apropriação da cultura popular nas campanhas para a Câmara de Vereadores em Ponta Grossa/PR em 2020, o presente artigo propõe uma análise das formas de nomeação das candidaturas, sustentada na folkcomunicação política. A partir de um levantamento junto à base de dados do Tribunal Regional Eleitoral, são identificados aspectos como o pertencimento ao local (bairro, região ou comunidade), a identificação com determinada categoria de trabalho, o uso de apelidos, entre outros recursos que permitem observar diversos elementos da cultura popular e midiática presentes na disputa eleitoral. Constata-se, por fim, que a utilização de referências da cultura popular, embora não garanta êxito no processo eleitoral, atua na projeção da figura pública de candidatos(as), estabelecendo relações de proximidade com o local e apelo ao eleitorado.

Referências

BARROS, Antônio Teixeira de. Folkcomunicação política. In: GADINI, Sérgio Luiz; WOITOWICZ, Karina Janz. Noções básicas de Folkcomunicação: uma introdução aos principais termos, conceitos e expressões. Ponta Grossa: Editora UEPG, 2007. pp. 82-84.

BELTRÃO, Luiz. Comunicação popular e Região no Brasil. In: Folkcomunicação: teoria e metodologia. São Bernardo do Campo: UMESP, 2004. pp. 57-65.

BELTRÃO, Luiz. Folkcomunicação: um estudo dos agentes e dos meios populares de informação de fatos e expressão de ideias. Porto Alegre: EdiPUCrs, 2001.

“ELEIÇÕES 2020: 58.208 vagas de vereadores estarão em disputa neste domingo (15)”. In: Tribunal Superior Eleitoral (TSE), 14/11/2020. Disponível em https://www.tse.jus.br/imprensa/noticias-tse/2020/Novembro/eleicoes-2020-58-208-vagas-de-vereadores-estarao-em-disputa-neste-domingo-15.

GADINI, S. L. “O uso de expressões populares como estratégia de apelo eleitoral”. In: MELO, J.M., GOBBI, M. C. e DOURADO, Jacqueline L. (orgs). Folkcom: do ex-voto à indústria dos milagres. Teresina: Halley, 2006. Pp: 424-426.

GADINI, S. L. (org). Eleições midiáticas. Ponta Grossa: UEPG, 2004.

GOULART, Amália. Desconhecidos utilizam apelidos como estratégia para chamar a atenção”. In: Hoje em dia, Belo Horizonte, 11/07/2014. Disponível em: https://www.hojeemdia.com.br/primeiro-plano/pol%C3%ADtica/desconhecidos-utilizam-apelidos-como-estrat%C3%A9gia-para-chamar-a-aten%C3%A7%C3%A3o-1.266335.

LUCENA FILHO, Severino. Folkmarketing: Uma Estratégia Comunicacional Construtora de Discurso. Revista Internacional de Folkcomunicação, v. 6, n. 12, 2008. Disponível em: https://revistas.uepg.br/index.php/folkcom/article/view/18727.

MARQUES, Lilian. “Candidatos usam apelidos inusitados na tentativa de atrair eleitores na Bahia”. In: G1 Ba. Salvador, 16/08/2014. Disponível em: http://g1.globo.com/bahia/eleicoes/2014/noticia/2014/08/candidatos-usam-apelidos-inusitados-na-tentativa-de-atrair-eleitores-na-bahia.html.

PEREIRA, Julllie. “Nomes exóticos na urna são estratégia de campanha, mas podem virar piada”. In: Amazônia Atual, Manaus, 4/10/2020. Disponível em: https://amazonasatual.com.br/nomes-exoticos-na-urna-sao-estrategia-de-campanha-mas-podem-virar-piada/.

PONTA Grossa tem 456 candidatos a vereador em 2020”. In: Blog do Johnny. Ponta Grossa, 28/09/2020. Disponível em https://www.blogdojohnny.com.br/postagens/ponta-grossa-tem-456-candidatos-a-vereador-em-2020-confira-a-lista/.

SOTERO, Anderson. “Associar nome à profissão também e estratégia de campanha”. In: A Tarde (Salvador), 27/07/2014. Disponível em: https://atarde.uol.com.br/politica/eleicoes/noticias/associar-nome-a-profissao-tambem-e-estrategia-de-campanha-1609250.

TREIN, Sérgio Roberto. Da ‘zueira’ ao discurso político: o caráter propagandístico dos stickers no Whatsapp. Revista Internacional de Folkcomunicação, Vol. 19, nº 42, pp.154-172, jan./jun. 2021. Disponível em: https://revistas2.uepg.br/index.php/folkcom/article/view/19298.

TRIGUEIRO, Osvaldo Meira. O ativista midiático da rede folkcomunicacional. Revista Internacional de Folkcomunicação, Ponta Grossa, v. 4, n. 7, pp. 1-13, jan./jun. 2006. Disponível em: https://revistas2.uepg.br/index.php/folkcom/article/view/18667.

TRIGUEIRO, Osvaldo. Folkcomunicação e ativismo midiático. João Pessoa: Editora UFPB, 2008.

ROCHA, S. Aparecida da e SANTOS, Marcia dos. “Nome de urna: estratégias linguísticas para angariar votos”. Revista Colineares, Vol. 6, Nº 1, Jan-Jun. 2019. Pp: 71-85. Natal: UERN, 2019. Disponível em http://natal.uern.br/periodicos/index.php/RCOL/article/view/2205.

TRIBUNAL Superior Eleitoral. Estatísticas. Brasília: TSE, 2020. Disponível em https://www.tse.jus.br/eleicoes/estatisticas/estatisticas-eleitorais.

“VEJA todos os candidatos a vereador de Ponta Grossa”. DCMais, 22/09/2020. Ponta Grossa em 2020: Diário dos Campos, 2020. Disponível em https://dcmais.com.br/ponta-grossa/veja-todos-os-candidatos-a-vereador-de-ponta-grossa-em-2020/.

Downloads

Publicado

2022-12-23

Como Citar

GADINI, S. L.; WOITOWICZ, K. Estratégias de referência popular nas eleições municipais de Ponta Grossa/PR em 2020: um debate da folkcomunicação política no contexto local. Revista Internacional de Folkcomunicação, [S. l.], v. 20, n. 45, p. 162–178, 2022. DOI: 10.5212/RIF.v.20.i45.0009. Disponível em: https://revistas.uepg.br/index.php/folkcom/article/view/21103. Acesso em: 6 fev. 2023.