Sobre o uso de imagens na pesquisa com crianças: foto-elicitação e outras metodologias no panorama investigativo brasileiro

Resumo

Há muito tempo, a fotografia, em seus aspectos dinâmicos e mesmo paradoxais, vem compondo o panorama da pesquisa no campo da Educação, teórica e metodologicamente. Assim sendo, neste artigo, temos como objetivo discutir a fotografia na qualidade de elemento decisivo de uma metodologia particular, a foto-elicitação. Mais especificamente, interessa-nos tratar da foto-elicitação, na medida em que ela é dinamizada no diálogo com um grupo particular de sujeitos, as crianças. Para tanto, inicialmente, apresentamos um levantamento bibliográfico sobre pesquisas com/sobre crianças que, metodologicamente, valeram-se de imagens para estabelecer diálogos singulares com elas (as crianças) – especialmente aquelas pesquisas que fazem uso declarado do método da foto-elicitação. Em seguida, com base na análise dos resultados desse mapeamento e, junto a ele, as nossas experiências de pesquisa com crianças, sistematizamos um conjunto de vantagens e, também, de desafios que se impõem a essa forma específica de compor o campo de investigação e suas estratégicas de produção de dados.

Palavras-chave: Metodologias qualitativas. Criança. Foto-elicitação.

##plugins.generic.paperbuzz.metrics##

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Fabiana de Amorim Marcello, Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Mestre e Doutora em Educação. Professora associada na Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). Atua no Programa de Pós-Graduação em Educação da UFRGS. Bolsista de Produtividade em Pesquisa do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq).

Gisele Rodrigues Soares, Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Mestranda em Educação no Programa de Pós-Graduação em Educação da UFRGS. Atua na coordenação pedagógica da Educação Infantil na Secretaria Municipal de Educação de Porto Alegre (RS).

Publicado
2021-06-29