LEIA INOVAÇÃO:

a relação entre imprensa e comportamento social na cidade de Parnaíba-PI no final dos anos 1970

Autores

  • Cláudia Cristina da Silva Fontineles Universidade Federal do Piauí (UFPI)
  • Sérgio Luiz Universidade Estadual do Piauí / Universidade Federal do Piauí https://orcid.org/0000-0002-1844-2187

Resumo

O presente artigo tem como objetivo principal apresentar como o jornal Inovação, periódico mimeografado que emergiu na cidade de Parnaíba-PI em dezembro de 1977 e circulou ininterruptamente nesta mesma cidade até o ano de 1988, a partir da sua escrita, produziu um “jornalismo de prescrição comportamental”, conceito criado por nós para definirmos o que foi a prática escriturística desenvolvida pelos seus elaboradores. Este conceito foi gestado dentro e a partir da perspectiva da História Social da Mídia, a qual toma a imprensa como objeto de estudo e não apenas como fonte historiográfica para a produção do conhecimento historiográfico. Como objetivos específicos, analisamos artigos e matérias constantes das primeiras edições deste periódico, que versavam sobre o comportamento da sociedade parnaibana, notadamente as edições publicadas nos anos de 1977 e 1978. Portanto, ao passo que o Inovação assume aqui a qualidade de objeto de estudo, também nos utilizamos de seus artefatos materiais, para compor o corpus documental, visando entender como os vestígios encontrados sobre esse periódico permitem entender muitos elementos do passado da sociedade parnaibana no referido período histórico. Para a discussão teórica, autores como Certeau (2008) e seu conceito de Economia Escriturística, Mendonça & Fontes (2006) e suas críticas ao “Milagre Econômico”, Botelho (2001) sobre a História Social da Mídia, Fico (2019) e seus estudos acerca da Ditadura Militar, dentre outros, foram fundamentais para nos ajudar a compreender e analisar, à luz de suas teorias, nosso objeto de estudo.

Biografia do Autor

Cláudia Cristina da Silva Fontineles, Universidade Federal do Piauí (UFPI)

Professora Associada da Universidade Federal do Piauí - UFPI(Departamento de História, Professora Permanente do Programa Pós-Graduação em História e do Programa de Pós-Graduação em Ciência Política-UFPI). Doutora em História pela Universidade Federal de Pernambuco. Bolsista em Produtividade Científica UFPI. Coordenadora do Pibid/História/Capes/UFPI.

Sérgio Luiz , Universidade Estadual do Piauí / Universidade Federal do Piauí

Doutorando em História do Brasil pela Universidade Federal do Piauí - UFPI. Mestre em História pela UFPI. Professor efetivo do Curso de História da Universidade Estadual do Piauí - UESPI.

Referências

ALICE, Ana. SINTA A NECESSIDADE DE AMAR, Inovação, Ano I, 2ª ed. Jan. de 1978, p. 07.

BOTELHO, Denílson. Por uma História Social da Imprensa. In.: NASCIMENTO, Francisco A. do.; SANTOS, Maria L.; MONTE, Regianny L. (org.). Diluir Fronteiras. Teresina: EDUFPI, 2001.

CARVALHO, Sônia dos Santos. Jornais impressos e História: contribuições para a crítica da fonte que nunca morre. In.: NASCIMENTO, Francisco A. do.; SANTOS, Maria L.; MONTE, Regianny L. (org.). Diluir Fronteiras. Teresina: EDUFPI, 2001.

CERTEAU, Michel de. A Invenção do Cotidiano: 1. Artes de fazer. Petrópolis – RJ: Vozes, 2008.

COSTA, Reginaldo F. da. MOVIMENTO SOCIAL E CULTURAL INOVAÇÃO, Inovação, Ano I, 3ª ed., jan. de 1978, p. 01 e 09.

_______, Reginaldo F. da. EDITORIAL, Inovação, Ano I, 4ª ed., fev. de 1978, p. 03.

FICO, Carlos. Espionagem, polícia política, censura e propaganda: os pilares básicos da repressão. In.: FERREIRA, Jorge.; DELGADO, Lucília de Almeida Neves. (org). O tempo do regime autoritário: Ditadura militar e redemocratização; Quarta República (1964-1985). 1ª ed. Rio de janeiro: Civilização Brasileira, 2019.

FONTINELES, Claudia Cristina da Silva. O Recinto do elogio e da crítica: maneiras de durar de Alberto Silva na memória e na história do Piauí. Teresina: EDUFPI, 2015.

FOUCAULT, Michel. A ordem do discurso: aula inaugural no Collège de France, pronunciada em 2 de dezembro de 1970. 24 ed. São Paulo: Edições Loyola, 2014.

KOSELLECK, Reinhart. Futuro Passado: contribuição à semântica dos tempos históricos. Rio de Janeiro: Contraponto – Ed. PUC Rio, 2006.

LEIA INOVAÇÃO, Inovação, Ano I, 2ª ed. Jan. de 1978, p. 02.

LIRA, Ângela M. B. EDUCAÇÃO COLEGIAL, Inovação, Ano I, 1ª ed., dez. de 1977, p. 10.

MASCARENHAS, Fábio Nadson Bezerra. Inovadores parnaibanos: a produção do jornal Inovação em Parnaíba de 1977 a 1982. Teresina, PI, 2009,116f. dissertação (mestrado em História do Brasil) – Universidade Federal do Piauí (UFPI), Teresina, Piauí, 2009.

MENDONÇA, Sonia R. de.; FONTES, Virginia Maria. História do Brasil recente – 1964 – 1992. 5 ed. São Paulo: Ática, 2006.

MENESEZ, A. IGARA CLUBE – UM CARNAVAL DETURPADO, Inovação (capa), Ano I, 4ª ed., fev. de 1978, p. 01.

NAPOLITANO, Marcos. 1964: História do Regime Militar Brasileiro. 1ª ed. São Paulo: Contexto, 2014.

RIBEIRO, Francisco José. JOVENS PARNAIBANOS, Inovação, Ano I, 1ª ed., dez. de 1977, p. 03.

________, Francisco José. INOVAÇÃO E A ALA JOVEM DO MDB, Inovação, Ano I, 1ª ed., dez. de 1977, p. 01.

RIDENTI, Marcelo. Em busca do povo brasileiro: artistas da revolução, do CPC à era da TV. 2. ed. rev. e ampl. São Paulo: Editora Unesp, 2014.

________, Marcelo. As oposições à ditadura: resistência e integração. In.: REIS, Daniel A. (et all). A ditadura que mudou o Brasil: 50 anos do golpe de 1964. Rio de Janeiro: Zahar, 2014.

SE ORIENTE COM O INOVAÇÃO. Inovação, Ano I, 2ª edição, jan. de 1978, p. 10.

Downloads

Publicado

2022-06-24

Como Citar

FONTINELES, C. C. da S.; MENDES, S. L. da S. LEIA INOVAÇÃO:: a relação entre imprensa e comportamento social na cidade de Parnaíba-PI no final dos anos 1970. Revista de História Regional, [S. l.], v. 27, n. 1, 2022. Disponível em: https://revistas.uepg.br/index.php/rhr/article/view/20072. Acesso em: 12 ago. 2022.

Edição

Seção

Dossiê História do Tempo Presente: entre fronteiras regionais, políticas e cultu