A vulnerabilidade das “cidades da cana” no Triângulo Mineiro, MG, Brasil: os efeitos territoriais do encerramento das atividades de usinas sucroenergéticas

Autores

Palavras-chave:

Especialização produtiva, Uso do Território, Vulnerabilidade

Resumo

O texto avalia situações de vulnerabilidade territorial a partir do processo de especialização produtiva no setor sucroenergético em dois municípios localizados no Triângulo Mineiro, porção oeste do estado de Minas Gerais. Com significativa área destinada ao cultivo da cana e expressiva dependência dos empregos industriais e agrícolas gerados no setor, o encerramento das atividades de duas usinas sucroenergéticas implicou em novas condições aos municípios, produzindo consequências territoriais drásticas que envolvem a economia urbana e o cotidiano local.

Biografia do Autor

Mirlei Fachini Vicente Pereira, Universidade Federal de Uberlândia

Doutor em Geografia pela Universidade Estadual Paulista, UNESP, Campus Rio Claro. 

Professor no Instituto de Geografia e Programa de Pós-Graduação em Geografia da Universidade Federal de Uberlândia, UFU. 

Ruhan Rodys Beiler

Graduado em Geografia pela UFU. Mestrando em Geografia na Unesp, Campus Rio Claro

Downloads

Publicado

2020-07-31

Como Citar

PEREIRA, M. F. V.; BEILER, R. R. A vulnerabilidade das “cidades da cana” no Triângulo Mineiro, MG, Brasil: os efeitos territoriais do encerramento das atividades de usinas sucroenergéticas. Terr@ Plural, [S. l.], v. 14, p. 1–17, 2020. Disponível em: https://revistas.uepg.br/index.php/tp/article/view/13568. Acesso em: 14 ago. 2022.