Fotografias de Guilherme Glück: uma metodologia para análise da imagem fotográfica da paisagem cultural da Lapa, PR

Palavras-chave: Paisagem como texto, leitura de imagem, Iconografia, iconologia

Resumo

A leitura de imagens fotográficas pelo viés da Iconografia e Iconologia pode ser um interessante modo para auxiliar a descrição de paisagens. Intenção que corrobora o sentido de “paisagem como modo de ver” proposto por Denis Cosgrove. Esta pesquisa se propõe a investigar os registros de Glück de 1940, no ambiente urbano da cidade da Lapa. Espaços estes que foram registrados pelo olhar de um imigrante, apresentando as transformações temporais, nos anseios de alterar e atualizar a Lapa enquanto cidade republicana e adaptada às novas infraestruturas urbanas, tais como ruas pavimentadas, rede de energia elétrica, novos modos de transporte e comunicação. Através da sistematização das metodologias de análise das fotografias, a partir das investigações iconográficas propostas por Panofsky, observando as formas simbólicas de Cassirer, através do que apresentou os avanços das pesquisas de Cosgrove, pretende-se analisar as imagens de Glück em um contexto de uma cidade ansiosa por incorporar os padrões republicanos e de “modernidade”.

Referências

AFONSO, Caroline Ganzert. Significados do patrimônio cultural para a sociedade. Estudo de caso sobre o centro histórico da cidade da Lapa / PR. 2009. 245 f. Dissertação (Mestrado em Tecnologia) – Programa de Pós-Graduação em Tecnologia, Universidade Tecnológica Federal do Paraná, Curitiba, 2009. Disponível em:
ADAMS, Ansel. A Câmera. São Paulo: Ed. Senac SP, 2006.
AMARAL, Claudio Silveira. John Ruskin e o ensino do desenho no Brasil. São Paulo: Editora Unesp, 2011.
CASSIRER, Ernst. Pregnância Simbólica. In: Filosofia das Formas Simbólicas. Volume 3. p. 323-345. São Paulo: Martins Fontes, 2011.
COSGROVE, Denis E. John Ruskin and the Geographical Imagination. In: Geographical Review, vol. 69, no. 1, 1979, pp. 43–62. JSTOR, Disponível em: https://www.jstor.org/stable/214236?seq=1. Acessado em: 22 fev. 2020.
COSGROVE, Denis. Prospect, Perspective and the Evolution of the Landscape Idea. In: Transactions of the Institute of British Geographers, vol. 10, no. 1, 1985, pp. 45–62. JSTOR, Disponível em: https://www.jstor.org/stable/622249?seq=1. Acessado em: 22 fev. 2020.
COSGROVE, Denis. Geography & Vision. Seeing, imagining and representating the world. Londres: Ibtauris, 2008.
COSTA, Cristina. Questões de arte. São Paulo: Editora Moderna, 2002.
FENON, Oliver. Prefácio. In: GIL FILHO, S. F. et al. (Orgs.) Ernst Cassirer: geografia e filosofia. Curitiba: Programa de Pós-graduação em Geografia – UFPR, 2019. Disponível em: https://www.academia.edu/40489514/Ernst_Cassirer_Geografia_e_Filosofia. Acessado em: 21 out. 2019.
GIL FILHO, Sylvio F. Geografia das formas simbólicas em Ernst Cassirer. In: BARTHE-DELOIZY, F., SERPA, A. (org.). Visões do Brasil: estudos culturais em Geografia (online). Salvador: EDUFBA; Edições L´Harmattan, 2012, p. 47-66. Disponível em: http://books.scielo.org/id/8pk8p/pdf/barthe-9788523212384-04.pdf. Acesso em 22 fev 2020.
GIL FILHO, S. F.; SILVA, Márcia A. S. Espacialidades de conformação simbólica. In: GIL FILHO, S. F. et al. (Orgs.) Ernst Cassirer: geografia e filosofia. Curitiba: Programa de Pós-graduação em Geografia – UFPR, 2019. Disponível em: https://www.academia.edu/40489514/Ernst_Cassirer_Geografia_e_Filosofia. Acessado em: 21 out. 2019.
AO HEROE DE 94. Revista Illustração Paranense. Curitiba, fev. 1928. P. 15. Disponível em: http://memoria.bn.br/pdf/171689/per171689_1928_00002.pdf. Acessado em 08 ago. 2020.
JANSON, H. W.; JANSON, Antony F. Introdução. In: Iniciação à história da arte. São Paulo: Martins Fontes, 1996.
JATAHY PESAVENTO, Sandra. Com os olhos no passado: a cidade como palimpsesto. In: Esboços: histórias em contextos globais. Florianópolis, v. 11, p. 25-30, jan. 2004. Disponível em: http://periodicos.ufsc.br/index.php/esbocos/article/view/334. Acesso em 28 jul. 2020.
PANOFSKY, Erwin. Significado nas artes visuais. São Paulo: Perspectiva, 2017.
SEEC. Secretaria de Estado e da Cultura. Cadernos do Patrimônio. Lapa: um passeio pela memória. Coordenado por Rosina Parchen. Curitiba, 1993.
VALLE, Marília Souza. A Lapa Histórica, preservada e mítica: origens e formação. Curitiba: Secretaria de Estado da Cultura, 1999.
RICOUER, Paul. Teoria da Interpretação: o discurso e o excesso de significação. Lisboa: Edições 70, 2018.
WELTANSCHAUUNG. In: DICIO: dicionário online de Português. Porto: 7Graus, 2019. Disponível em: https://www.dicio.com.br/weltanschauung/. Acesso em: 14 fev. 2020.
ZANDONÁ, Edilene Valério. Cidade da Lapa: testemunho vivo da arquitetura e do urbanismo colonial. 1994. 105 f. Monografia (Especialização em História da Arte, Artes Plásticas e Arquitetura) - Programa de Pós Graduação em História da Arte, Pontifícia Universidade Católica do Paraná, Curitiba, 1994.
Publicado
2021-08-07
Seção
Artigos/ Articles