Uma análise sobre a logística e suas interconexões com o território: os casos do Centro Logístico Industrial Aduaneiro de Ponta Grossa e do Aeroporto de Cargas dos Campos Gerais do Paraná - DOI: 10.5212/ TerraPlural.v.5i1.0005

Autores

  • Sueli Aparecida Nascimento UEPG
  • Edu Silvestre de Albuquerque

Palavras-chave:

Logística. Fluxos. Território. Campos Gerais do Paraná.

Resumo

Entre o final dos anos 1980 e durante os anos 1990 acontece uma intensa abertura da economia brasileira ao comércio internacional, (re)surgindo assim a questão da organização do território fundamentada na procura da otimização e da fluidez, de forma a intensifi car a circulação de mercadorias e de informações, a especialização da produção e a intensificação da divisão do trabalho. A logística territorial volta a frequentar a agenda política nacional e regional como forma de trazer maior competitividade às empresas, como no caso dos projetos do CLIA – Centro Logístico Industrial Aduaneiro de Ponta Grossa - e do Aeroporto de Cargas de Tibagi, na região dos Campos Gerais do Paraná. Neste artigo são demonstrados os limites destes projetos segundo os conceitos de território empregados na Geografia.

Biografia do Autor

Sueli Aparecida Nascimento, UEPG

LOGÍSTICA

Downloads

Publicado

2011-11-05

Como Citar

NASCIMENTO, S. A.; ALBUQUERQUE, E. S. de. Uma análise sobre a logística e suas interconexões com o território: os casos do Centro Logístico Industrial Aduaneiro de Ponta Grossa e do Aeroporto de Cargas dos Campos Gerais do Paraná - DOI: 10.5212/ TerraPlural.v.5i1.0005. Terr@ Plural, [S. l.], v. 5, n. 1, p. 65–74, 2011. Disponível em: https://revistas.uepg.br/index.php/tp/article/view/1764. Acesso em: 29 set. 2022.

Edição

Seção

Artigos