Abordagem didática do tema Paleontologia em uma escola de ensino fundamental da rede pública em Ponta Grossa, PR.

Autores

  • Isabelle de Siqueira Tavares Universidade Estadual de Ponta Grossa, UEPG, Ponta Grossa, PR
  • Jeanninny Carla Comniskey Grupo Palaios - Palentologia Estratigráfica, UEPG/CNPq
  • Elvio Pinto Bosetti Universidade Estadual de Ponta Grossa, UEPG, Ponta Grossa, PR

Palavras-chave:

Ensino, Livros Didáticos, Patrimônio Paleontológico

Resumo

A Paleontologia é um tema fundamental para o estudo e compreensão da origem e evolução da vida na terra e está inclusa em documentos que regem o Ensino Básico nas escolas brasileiras. O município de Ponta Grossa é amplamente conhecido por seus sítios com abundante conteúdo fossilífero. Baseado na relevância do tema e nas características da região, este trabalho avaliou o nível de conhecimento sobre Paleontologia e a preservação do Patrimônio Paleontológico em alunos do Ensino Fundamental de uma escola pública. Empregou-se questionários, palestra, exposição de fósseis da região e análise dos livros didáticos utilizados pela escola com duas turmas de 7° e 8° série. De forma geral, os estudantes das quatro turmas demonstram nível de conhecimento inicial semelhante sobre o tema, apresentando dificuldades básicas de conceitualização e desconhecimento sobre ocorrência de fósseis na região. Também foi verificada carência na abordagem da temática nos livros didáticos analisados, o que corrobora o baixo nível de conhecimento dos alunos. As atividades aplicadas foram eficazes na apropriação do conhecimento, com mudanças no nível do entendimento dos alunos ao final. Enfatiza-se a importância da utilização de metodologias diferenciadas para o ensino desta ciência.

Referências

Alonço, M., & Boelter, R. A. (2016). Paleontologia nos livros didáticos de biologia no ensino médio. Revista da SBEnBio, (9), 7671-7682.

Andrade, K. L. S. & Monteiro, A. L. (2017). Uma análise do conteúdo de Paleontologia nos livros didáticos do 6° ano do Ensino Fundamental, João Pessoa: 2017. In: IV CONEDU - Congresso Nacional de Educação. Resumos expandidos... João Pessoa: IV CONEDU.

Araújo Júnior, H. I. & Porpino, K. O. (2010). Análise da abordagem do tema paleontologia nos livros didáticos de biologia. Anuário do Instituto de Geociências - UFRJ, Rio de Janeiro, 33 (1), 63-72. Recuperado de http://www.ppegeo.igc.usp.br/index.php/anigeo/article/view/5796/5305

Bosetti, E. P. (1989) Paleontologia do Lingulida (Brachiopoda: Inarticulata) da Formação Ponta Grossa, Devoniano, Bacia do Paraná, Brasil. Dissertação. (Mestrado em Geociências) - Programa de Pós-graduação em Geociências, Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre.

Bosetti, E. P. (2004) Tafonomia de alta resolução das fácies de offshore da sucessão devoniana da Bacia do Paraná, Brasil. Tese. (Doutorado em Geociências) - Programa de Pós-graduação em Geociências, Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre.

Bosetti, E. P.; Hodorodyski, R. S.; Matsumura, W. M. K.; Myszynski Junior, L. J. & Sedorko, D. (2013). Análise estratigráfica e tafonômica da sequência Neopraguiana - Eoemsiana do setor nordeste do sítio urbano de Ponta Grossa, Paraná, Brasil. Terr@ Plural, 7edição especial, 145-168.

Brasil. (1998). Secretaria da Educação Fundamental. Terceiro e quarto ciclos do ensino fundamental. Parâmetros Curriculares Nacionais- Ciências Naturais. Brasília: MEC/SEF.

Canto, E. L. de. (2017a). Ciências Naturais 6° ano: aprendendo com o cotidiano. ed. 6. São Paulo: Editora Moderna.

Canto, E. L. de. (2017b). Ciências Naturais 7° ano: aprendendo com o cotidiano. ed. 6. São Paulo: Editora Moderna.

Canto, E. L. de. (2017c). Ciências Naturais 8° ano: aprendendo com o cotidiano. ed. 6. São Paulo: Editora Moderna.

Carvalho, I. S. (2010). Paleontologia, ed. 3.vol.1. Rio de Janeiro: Interciência.

Casagrande, G. de L. A. (2006). Genética Humana no livro didático de Biologia. Dissertação (Mestrado em Educação Científica e Tecnológica) - Programa de Pós-Graduação em Educação Científica e Tecnológica, Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis. Recuperado de https://repositorio.ufsc.br/handle/123456789/88524

Cassab, R.C.T. (2010). Objetivos e Princípios da Paleontologia. In: CARVALHO, I.S. (ed.) Paleontologia, ed. 3.vol.1. (p. 3-11). Rio de Janeiro: Interciência.

César, J. S.; Sezar, S. & Bedaque, P. S. (2013a). Ciências - Entendendo A Natureza - 6º Ano. ed. 25. São Paulo: Editora Saraiva.

César, J. S.; Sezar, S. & Bedaque, P. S. (2013b). Ciências - Entendendo A Natureza - 7º Ano. ed. 25. São Paulo: Editora Saraiva.

César, J. S.; Sezar, S. & Bedaque, P. S. (2013c). Ciências - Entendendo A Natureza - 8º Ano. ed. 25. São Paulo: Editora Saraiva.

Chaves, L., A., R. A. (2004). Paleontologia como prática de ciência no Ensino Médio em Ponta Grossa. Monografia. (Trabalho de conclusão de curso bacharelado em Geografia) - Departamento de geociências –Universidade Estadual de Ponta Grossa, Ponta Grossa.

Clarke, J. M. (1913). Fósseis Devonianos do Paraná. Monografia do serviço geológico e mineralógico do Brasil.

Cohen, K.M., Finney, S.C., Gibbard, P.L. & Fan, J.-X. (2013; updated) The ICS International Chronostratigraphic Chart. Episodes 36: 199-204. 2020. Disponível em: http://www.stratigraphy.org/ICSchart/ChronostratChart2020-03.pdf
Comniskey, J. C. (2011). Paleontologia dos Discinidae (Brachiopoda: Linguliformea) da sucessão devoniana da Bacia do Paraná, Brasil: Revisão sistemática, distribuição geográfica e estratigráfica. Dissertação. (Mestrado em Geografia) Programa de Pós-graduação em Geografia, Universidade Estadual de Ponta Grossa, Ponta Grossa.

Comniskey, J. C. (2016). Revisão Sistemática, tafonomia, distribuição geográfica e estratigráfica da classe Tentaculitoidea no Devoniano brasileiro. Tese. (Doutorado em Biologia Comparada) Programa de Pós-graduação em Biologia Comparada, Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto.

Compagnon, J. M.; Maciel, E. S.; Cidade, M. P.; Melo, R. M.; Costa, E. R. & Feltran, R. B. A (2017). Paleontologia no processo de Ensino Aprendizagem dos alunos do 7º Ano da sede do município de Boa Vista, Roraima. Anais da Semana Nacional de Ciência e Tecnologia no Estado de Roraima: Ciência alimentando o Brasil. Boa Vista, Roraima, Brasil, 9. Recuperado de https://even3.blob.core.windows.net/anais/36019.pdf

Cruz, S. F. C. F. (2008). Paleontologia e Geografia: uma abordagem teórico-metodológica a partir dos sítios paleontológicos existentes na área urbana de Ponta Grossa – PR. Dissertação (Mestrado em Gestão de Território) Universidade Estadual de Ponta Grossa, Ponta Grossa.

Dias, B. B. & Martins, R. M. (2018). Métodos Didáticos no Ensino da Paleontologia na Educação Básica do Brasil. Anuário do Instituto de Geociências, 41 (2), 22-30. Recuperado de http://www.ppegeo.igc.usp.br/index.php/anigeo/article/view/12967/1256 doi: http://dx.doi.org/10.11137/2018_2_22_30

Duarte, S.G.; Arai, M.; Passos, N.Z.G. & Wanderley, M.D. (2016). Paleontologia no Ensino Básico das escolas da rede estadual do Rio de Janeiro: uma avaliação crítica. Anuário do Instituto de Geociências, 39(2): 124-132. Recuperado de http://ppegeo.igc.usp.br/index.php/anigeo/article/view/9189/8647
doi: http://dx.doi.org/10.11137/2016_2_124_132

Faria, A. C. R.; Lacerda, G. C.; Silva, G. S. S.; Silva, K. S.; Costa, R. H.; Rebelo, D. M. R. S. & Campos, R. B. F. (2012). Ensino de paleontologia em escolas públicas de ensino médio do município de Divinópolis-MG. Revista do ISED e ISEC - Professores em Formação, (3), 02-09.

Fulan, J. A.; Silva, J. da.; Rez, R. B. & Menezes, J. A. de. (2014). Uso de réplicas no ensino de paleontologia em uma escola pública de Humaitá, AM. EDUCAmazônia, 13 (2), 278-284.

Gewandsznajder, F. (2015a). Ciências 6° ano: Vida na Terra. ed. 2. São Paulo: Editora Ática.

Gewandsznajder, F. (2015b). Ciências 7° ano: Vida na Terra. ed. 2. São Paulo: Editora Ática.

Gewandsznajder, F. (2015c). Ciências 8° ano: Vida na Terra. ed. 2. São Paulo: Editora Ática.

Guimarães, G. B.; Liccardo, A. & Piekarz, G F. (2013). A valorização cultural do Patrimônio Geológico-Mineiro do Paraná. Boletim Paranaense de Geociências, 70, 41-52. Recuperado de https://revistas.ufpr.br/geociencias/article/view/32439
doi: http://dx.doi.org/10.5380/geo.v70i0.32439

Grahn, Y., Mendlowicz-Mauller, P., Bergamaschi, S., Bosetti, E. P. (2013). Palynology and sequence stratigraphy of three Devonian rock units in the Apucarana Sub-basin (Paraná Basin, south Brazil): Additional data and correlation. Review of Paleobotany and Palynology, 198, 27-44. doi: https://doi.org/10.1016/j.revpalbo.2011.10.006
Grahn, Y.; Pereira, E. & Bergamaschi, S. (2002). Silurian and Lower Devonian chitinozo an biostratigraphyoff the Paraná Basin in Brazil and Paraguay. Palynology, 24, 135-165. doi: https://doi.org/10.1080/01916122.2000.9989542

Grahn, Y.; Horodyski, R. & Bosetti, E. P. Observações sobre as idades dos fósseis descritos por John Mason Clarke, em 1913. (2013). Terr@ Plural, 7edição especial, 17-24, jul-dez.

Heirich, C. M.; Matsumura, W. M. K.; Myszyski Junior, L. J.; Sedorko, D. & Bosetti, E. P. (2015). O aprendizado da Paleontologia no Ensino básico da cidade de Tibagi – PR. Resumos expandidos da PALEO PR/SC, Dois Vizinhos, Paraná, Brasil. Recuperado de http://www.fecilcam.br/paleoprsc/data/uploads/o-aprendizado-da-paleontologia-no-ensino-basico-da-cidade-de-tibagi-n-pr.pdf .

Hohemberger, R.; Schwanke, C.; Bilar, J. G. & Coutinho, R. X. (2019). A Paleontologia na perspectiva do ensino: uma análise cienciométrica. Terræ Didatica,15, 1-9. Recuperado de https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/td/article/view/8653339
doi: https://doi.org/10.20396/td.v15i0.8653339

Horodyski, R. S. (2010). Tafonomia dos invertebrados fósseis na sequência Eifeliana- Frasniana da sucessão devoniana da Sub-bacia de Apucarana, Bacia do Paraná, Tibagi- PR, Brasil. Dissertação. (Mestrado em Geociências) Programa de Pós-graduação em Geociências, Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre.

Izaguirry, B. B. D.; Ziemann, D. R.; Muller, R. T.; Dockhorn, J.; Pivotto, O. L.; Costa, F. M.; Alves, B. S.; Ilha, A. L. R.; Stefenon, V. M. & Silva, S. D. da. (2013). A paleontologia na escola: uma proposta lúdica e pedagógica em escolas do município de São Gabriel, RS. Cadernos da Pedagogia, 7 (13) 2-16. Recuperado de http://www.cadernosdapedagogia.ufscar.br/index.php/cp/article/view/569/221 .

Matsumura, W. M. K. (2010). Paleo-rotas nos planaltos de Castro e Tibagi, PR- Brasil. Dissertação. (Mestrado em Geografia) Programa de Pós-graduação em Geografia, Universidade Estadual de Ponta Grossa, Ponta Grossa.

Mello, F. T.; Mello, L. H. C. & Torello, M., B., F. (2005). A Paleontologia na Educação Infantil: alfabetizando e construindo o conhecimento. Ciência e Educação, 11 (3), 395-410. Recuperado de https://www.scielo.br/scielo.php?pid=S1516-73132005000300005&script=sci_abstract&tlng=pt.
doi: https://doi.org/10.1590/S1516-73132005000300005 .

Menezes, E. T. de. & Santos, T. H. dos. (2001). Verbete DCNs (Diretrizes Curriculares Nacionais). Dicionário Interativo da Educação Brasileira - Educabrasil. São Paulo: Midiamix. Acesso em 12 ago., 2018, Recuperado de: http://www.educabrasil.com.br/dcns-diretrizes-curriculares-nacionais/.

Mendes, L. A. S.; Nunes, D. F. & Pires, E.F. (2015). Avaliação do conhecimento paleontológico com intervenção em escolas de ensino médio: um estudo de caso no estado do Tocantins. Holos, 8, 384-396. Recuperado de http://www2.ifrn.edu.br/ojs/index.php/HOLOS/article/view/1991 .

Milani, E. J.; Melo, J. H. G.; Souza, P. A.; Fernandes, L. A. & França, A. B. (2007). Bacia do Paraná. Boletim de Geociências da Petrobrás, (15), 265-287.

Myszynski, L. J. (2012). Inserção do afloramento Curva II no contexto tafonômico e estratigráfico da Sequência Neopraguiana-Eoemsiana: interpretação paleoambiental do setor nordeste do sítio urbano de Ponta Grossa, Paraná, Brasil. Dissertação (Mestrado em Gestão do Território) Programa de Pós-Graduação em Geografia, Universidade Estadual de Ponta Grossa, Ponta Grossa.

Moraes, S. S. de; Santos, J. F.S. dos. & Brito, M. M. M. de. (2007). Importância dada à Paleontologia na educação brasileira: uma análise dos PCN e dos livros didáticos utilizados nos colégios públicos de Salvador, Bahia. In: CARVALHO, I. S. (Ed.) Paleontologia: cenários da vida (p. 71-75). Rio de Janeiro: Editora Interciência.

Novais, T.; Martello, A. R.; Oleques, L. C.; Leal, L. A. & Rosa, A. A. S. da. (2015). Uma experiência de inserção da Paleontologia no ensino fundamental em diferentes regiões do Brasil. Terrae Didática, 11 (1), 33-41. Recuperado de http://www.ppegeo.igc.usp.br/index.php/TED/article/view/8469 .
doi: 10.15628/holos.2015.1991

Paraná. (2008). Secretaria de Educação do Estado do Paraná. Diretrizes Curriculares da Educação Fundamental da Rede de Educação Básica do Estado do Paraná, Ciências. Acesso em 28 maio, 2018. Recuperado de http://www.educadores.diaadia.pr.gov.br/arquivos/ File/diretrizes/dce_cien.pdf.

Reis, M. A. F. dos; Carvalho, C. V. de A.; Carvalho, J. V.; Rodrigues, M. A. da C.; Medeiros, M. A. M.; Villena, H. H., Oliveira, F. M. de. & Dornelas, V. R. (2005). Sistema multimídia educacional para o Ensino de Geociências: uma estratégia atual para a divulgação da Paleontologia no Ensino Fundamental e Médio. Anuário do Instituto de Geociências– UFRJ, 28 (1), 70-79. Recuperado de http://ppegeo.igc.usp.br/index.php/anigeo/article/view/4848 .

Scheffler, S. M. (2010). Crinóides e blastóides do Devoniano brasileiro. Tese. (Doutorado em Ciências Geologia) – Programa de Pós Graduação em Geologia, Universidade Federal do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro.

Schwanke, C. & Silva, M. A. J. (2004). Objetivos e Princípios da Paleontologia. In: CARVALHO, I.S. (ed.) Paleontologia (p.123-130), ed. 2. vol.2. Rio de Janeiro: Interciência.

Sobral, A. C. S.; Sá, D. R. & Zucon, M. H. (2010). Multimídia: conteúdos de Paleontologia na forma de CD-ROM para a Educação Básica. Scientia Plena, 6(6), 1-10. Recuperado de https://www.scientiaplena.org.br/sp/article/view/69 .

Toledo, M. C. M. de.; Macedo, A. B.; Machado, R.; Martins, V. T. de. S.; Roccomi, C.; Santos, P. R. dos.; Silva, M. E. da. & Teixeira, W. (2005). Projeto de criação do curso de Licenciatura em Geociências e Educação Ambiental – Instituto de Geociências/USP. Geologia USP Publicação Especial, São Paulo, 3, 1-11. Recuperado de http://www.ppegeo.igc.usp.br/index.php/GUSPPE/article/view/794 .
doi: http://dx.doi.org/10.11606/issn.2316-9087.v3i0p1-11 .

Vasconcelos, S. D. & Souto, E. (2003). O livro didático de ciências no ensino fundamental – proposta de critérios para análise do conteúdo zoológico. Ciência & Educação, 9, 93-104. Recuperado de https://www.scielo.br/scielo.php?pid=S1516-73132003000100008&script=sci_abstract&tlng=pt .
doi: http://dx.doi.org/10.1590/S1516-73132003000100008.

Vieira, V.; Bianconi, M. L. & Dias, M. (2005). Espaços não-formais de ensino e o currículo de ciências. Ciência& Cultura, 57 (4), 21-23. Recuperado de http://cienciaecultura.bvs.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0009-67252005000400014

Werthein, J. & Cunha, C. (2005). Educação científica e desenvolvimento: o que pensam os cientistas. Brasília: Unesco; Instituto Sangari.

Zabini, C. (2007). Lingulídeos da sucessão devoniana da Bacia do Paraná, região dos Campos Gerais, Brasil: Revisão de conceitos biológicos-ecológicos e análise tafonômica básica. Dissertação (Mestrado em Geociências) Programa de Pós-graduação em Geociências, Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre.

Zabini, C.; Comniskey, J. C. & Bosetti, E. P. John Mason Clarke e os lingulídeos e discinídeos dos estratos devonianos da Bacia do Paraná, estado do Paraná, Brasil: estado da arte. (2013). Terr@ Plural, Ponta Grossa, 7edição especial, 43-58, jul-dez.

Zabini, C. (2010). Integração da Tafonomia e Estratigrafia de Sequências no estudo dos Lingulídiosda sucessão devoniana da Bacia do Paraná. Tese (Doutorado em Geociências) Programa de Pós-graduação em Geociências, Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre.

Downloads

Publicado

2021-12-23

Como Citar

TAVARES, I. de S.; COMNISKEY , J. C.; BOSETTI , E. P. Abordagem didática do tema Paleontologia em uma escola de ensino fundamental da rede pública em Ponta Grossa, PR. Terr@ Plural, [S. l.], v. 15, p. 1–18, 2021. Disponível em: https://revistas.uepg.br/index.php/tp/article/view/17753. Acesso em: 8 ago. 2022.

Edição

Seção

Dossiê Temático Palaios 20 anos – Paleontologia Estratigráfica