A dialética materialista: princípios, diálogos e pesquisa em Educação

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5212/PraxEduc.v.17.20334.0001

Resumo

Pretende-se, neste artigo, produzir uma análise teórica, por meio de uma pesquisa bibliográfica, sobre os fundamentos da dialética materialista, pressupondo que esse debate impacta diretamente na produção de conhecimento no campo das pesquisas em Educação, em geral, e no campo das Políticas Educacionais, em particular. A abordagem inicia com a retomada da dialética como conceito e nas concepções antigas e modernas, passando pelo estudo da dialética idealista de Hegel, para servir como contraponto para construir o conceito de dialética na tradição marxista, contemplando uma diversidade de perspectivas desse campo. Conclui-se com uma síntese de como as pesquisas em Políticas Educacionais podem se beneficiar do estudo da dialética materialista.

Palavras-chave: Dialética materialista. Contradição e sobredeterminação. Pesquisa em Educação. Pesquisa em Políticas Educacionais.

Métricas

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Alessandro de Melo, Universidade Estadual do Centro-Oeste

Professor associado da Universidade Estadual do Centro-Oeste (Unicentro). Mestrado em Educação Escolar pelo Programa de Pós-Graduação em Educação Escolar da Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho” (Unesp). Doutor em Educação pelo Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Federal do Paraná (UFPR).

Downloads

Publicado

2022-06-08

Como Citar

MELO, A. de. A dialética materialista: princípios, diálogos e pesquisa em Educação. Práxis Educativa, [S. l.], v. 18, p. 1–19, 2022. DOI: 10.5212/PraxEduc.v.17.20334.0001. Disponível em: https://revistas.uepg.br/index.php/praxiseducativa/article/view/20334. Acesso em: 26 jun. 2022.