Análise de percepções e procedimentos algébricos de estudantes da Educação Básica

Autores

  • Neiva Ignês Grando Universidade de Passo Fundo
  • Sandra Mara Marasini Univeridade de Passo Fundo

DOI:

https://doi.org/10.5212/PraxEduc.v.7i2.0005

Resumo

Essa pesquisa objetiva verificar como estudantes da Educação Básica se percebem em relação à matemática e, ao mesmo tempo, analisar os procedimentos utilizados para resolver questões algébricas. Os sujeitos, estudantes de 8ª série do Ensino Fundamental, 1º e 3º anos do Ensino Médio, de duas escolas públicas de Passo Fundo/RS, responderam a um instrumento contendo questões relacionadas à sua própria percepção das aulas da disciplina, à matemática e a conteúdos algébricos. A análise foi baseada principalmente em autores das áreas da Educação Matemática e da psicologia histórico-cultural. Verificamos que, mesmo entre os estudantes que afirmaram sentirem-se alegres ou felizes com a ideia de terem uma aula de matemática, muitos apresentaram dificuldades de aprendizagem de conteúdos algébricos, reveladas pelos procedimentos utilizados. Concluímos que é necessário elaborar propostas com sequências didáticas, fundamentadas matemática e pedagogicamente, que efetivamente potencializem a apropriação de significados dos conceitos abordados e a sua aplicação em diferentes situações.

 

Palavras-chave: Educação Básica. Percepções de estudantes. Procedimentos algébricos.

Métricas

Carregando Métricas ...

Downloads

Publicado

2012-12-04

Como Citar

GRANDO, N. I.; MARASINI, S. M. Análise de percepções e procedimentos algébricos de estudantes da Educação Básica. Práxis Educativa, [S. l.], v. 7, n. 2, p. 397–420, 2012. DOI: 10.5212/PraxEduc.v.7i2.0005. Disponível em: https://revistas.uepg.br/index.php/praxiseducativa/article/view/3379. Acesso em: 20 ago. 2022.

Edição

Seção

Educação Matemática